Trabalho remoto: 5 dicas para se dar bem com o home office

6 minutos para ler
Novos cenários causados pela COVID-19: quais os impactos para as empresas?Powered by Rock Convert

O trabalho remoto está em ascensão em todo o mundo. Ainda que a capacidade de trabalhar distante do escritório seja viável há algumas décadas, só agora essa modalidade vem se popularizando — em especial depois de declarada a quarentena para contenção do novo coronavírus.

Mas, afinal, vale a pena realizar home office? Quais as melhores estratégias para se dar bem nesse formato de trabalho? Continue coma leitura e confira a resposta para essas e outras perguntas sobre o tema!

O trabalho remoto no Brasil

No Brasil, a adesão ao home office vem aumentando nos últimos anos. Isso ocorre devido a uma mudança de paradigma cultural no qual as empresas deixam de considerar que apenas o ambiente de escritório tradicional pode ser considerado um local de trabalho apropriado.

Já foi constatado, inclusive, que o trabalho remoto é capaz de reduzir custos organizacionais, bem como aumentar da produtividade e a qualidade de vida dos funcionários.

Pense da seguinte maneira: o home office garante mais dinheiro em caixa para as empresas, que economizarão com transporte e alimentação, por exemplo, e também otimiza o tempo dos colaboradores, que poderão organizar suas rotinas e desempenhar suas atividades de maneira mais efetiva.

5 dicas para ajudar seus funcionários a serem produtivos no home office

Como você pôde ver, o home office é uma prática que, de fato, pode ser muito benéfica tanto para empregadores quanto para colaboradores. Contudo, para que funcione devidamente, é preciso tomar alguns cuidados.

Apesar de cada empresa demandar a realização de tarefas distintas, há algumas dicas que contribuem para trabalhadores de diferentes segmentos se adaptarem mais rápido ao trabalho remoto e alcançarem maior eficiência em suas entregas. Confira!

1. Montar uma estação de trabalho

Embora seja tentador ficar na cama ou no sofá, esses lugares não são recomendados para realização do home office. Quem não tem uma estação de trabalho própria, pode acomodar-se na mesa da sala de jantar, por exemplo.

Nesses casos, recomenda-se que o funcionário realize algumas adaptações para tornar o espaço mais adequado ao seu propósito. Investir em uma cadeira confortável e em uma boa iluminação são alguns exemplos. Isso fará com que colaborador se sinta em um ambiente mais sério, evite distrações e desligue-se do trabalho no final do dia.

2. Definir uma rotina

Só porque o funcionário não precisa ir ao escritório isso não quer dizer que ele não deva manter uma rotina. Portanto, o ideal é que defina um cronograma com início e término da sua jornada de trabalho. Afinal, o fato de estar em casa pode levá-lo a perder a noção do tempo com mais facilidade, prejudicando o equilíbrio entre a vida profissional e pessoal.

Outra dica valiosa, nesse sentido, é trocar o pijama ao acordar. Pode parecer besteira, mas essa é uma atitude significativa que ajuda a preparar a mente e garantir mais motivação no trabalho.

3. Evitar distrações

Resistir à tentação de mexer nas redes sociais, assistir televisão, brincar com os pets ou realizar tarefas da casa são grandes obstáculos do home office. Para evitar que essas distrações comprometam a produtividade dos colaboradores, a solução é estabelecer na rotina diária pequenas pausas para que possam se dedicar a atividades que não estejam ligadas ao trabalho.

Powered by Rock Convert

4. Driblar o “sedentarismo oculto”

Trabalhar em casa, além de eliminar a necessidade de locomoção até o escritório, faz com as pessoas tenham menos motivos para se levantarem da cadeira durante o dia. Contudo, ficar sentado o dia todo não é nada saudável.

O aconselhado, então, é levantar-se regularmente para alongar e realizar uma pequena caminhada pela casa a cada hora. Esses hábitos podem aumentar a sensação de bem-estar, além de evitar problemas circulatórios, diabetes, doenças cardíacas e outras complicações causadas pelo “sedentarismo oculto”.

5. Manter o alinhamento com o time

Uma dica para manter o bom andamento do trabalho via home office consiste na criação de listas de afazeres por parte dos colaboradores e compartilhamento do status de cada uma das atividades realizadas. Isso garante um maior alinhamento entre os times e facilita o acompanhamento do gestor.

A importância de se preservar cultura organizacional no home office

A cultura empresarial deve reger todos os processos de um negócio, estejam os funcionários trabalhando no escritório ou em casa. O papel do gestor, nesse cenário, é manter-se presente e garantir que todas as atividades desempenhadas estejam de acordo com normas e valores da organização. Acompanhe algumas medidas que podem auxiliar nessa missão!

Estabeleça um fluxo contínuo de comunicação

A comunicação é a chave para manutenção do clima organizacional e consolidação dos vínculos que constituem a cultura de uma empresa. Afinal, é a partir dela que o gestor faz alinhamentos, dá feedbacks, esclarece dúvidas, orienta seus colaboradores etc.

E no home office ela não pode ser deixada de lado. Para que a comunicação continue sendo efetiva, mesmo à distância, é importante explorar as ferramentas tecnológicas e adequar o uso de cada uma delas ao dia a dia das equipes.

Trocas regulares de e-mails, realização de videochamadas, envio de mensagens via aplicativos de comunicação instantânea e uso de ferramentas para organizar o fluxo de tarefas são ótimas alternativas para que todos estejam sempre em contato.

Fomente o engajamento das equipes

O trabalho remoto, caso não seja bem arquitetado, pode interferir negativamente no desempenho e engajamento das equipes. Para que isso não aconteça, o gestor deve buscar maneiras de manter os funcionários motivados, satisfeitos e focados em objetivos.

Estar à disposição para solucionar problemas, acompanhar a rotina das equipes, reconhecer o trabalho dos colaboradores e incentivar talentos são ótimas maneiras de lidar com a questão.

Ofereça apoio emocional

Principalmente no contexto de uma mudança abrupta para o trabalho remoto, é comum que os colaboradores se sintam perdidos e enfrentem situações atípicas em suas rotinas, como a dificuldade de dividir a atenção entre o trabalho e o cuidado com filhos pequenos.

Cabe ao gestor, então, demonstrar empatia e oferecer apoio emocional nessa fase. Escutar ativamente as preocupações dos funcionários e ajudá-los a superar a insegurança são pontos fundamentais para o êxito do home office.

Aderir ao trabalho remoto pode ser desafiador, mas, seguindo as dicas que citamos ao longo do conteúdo, será possível colher todos os benefícios que essa prática tem a oferecer!

Gostou do post de hoje? Está mais confiante para encarar o home office diante da pandemia que estamos vivenciando? Então, aproveite para conferir nosso artigo sobre os cuidados com o coronavírus!

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário