Você já reparou que promover saúde na empresa pode ser muito positivo para os negócios? Quando se sente amparado no trabalho, o colaborador não mede esforços para ajudar na manutenção de um ambiente produtivo e sadio.

Além disso, políticas relacionadas à saúde no trabalho reduzem níveis de doenças ocupacionais e taxas de absenteísmo, que são motivadores de grandes prejuízos à organização.

Pensando nesse importante assunto, elencamos algumas ações simples que a sua empresa pode implementar para construir um ambiente de satisfação geral. Não deixe de conferir e anotar as 8 dicas valiosas deste post!

Gestão de saúde e segurança

1. Invista em plano de saúde

É comum que pequenos empreendedores pensem que investir em plano de saúde significa desvantagem orçamentária à empresa. Isso é um erro, pois é justamente a importância que o empregador dá à saúde coletiva que faz com que o negócio cresça.

Aderir a um plano de saúde demonstra que a organização se preocupa com o bem-estar das pessoas no ambiente de trabalho. Isso interfere diretamente na sensação de pertencimento por parte da equipe e contribui para o aumento da produtividade e da motivação.

Além disso, fornecer a assistência evita que os funcionários sejam afastados por problemas de saúde. Vale lembrar que a instituição que não se preocupa com essas questões dificilmente consegue ganhar credibilidade no mercado consumidor — a abstenção por parte do empregador pode gerar sensação de descompromisso com o bem-estar social.

2. Ofereça lanches saudáveis

O dia a dia no trabalho é, muitas vezes, estressante e desgastante para o trabalhador. Isso, sem dúvidas, é refletido na baixa produtividade e no desinteresse pelo ofício. E em decorrência desse cansaço, inúmeros malefícios físicos podem surgir.

Para evitar que o colaborador fique propenso a doenças e consiga recuperar seu ânimo mental e físico, ofereça nutrição adequada.

Ao tomar essa atitude, você também evitará faltas no trabalho. Afinal, um aporte adequado de nutrientes fortalece o sistema imunológico do indivíduo, tornando-o resistente a ataques de vírus ou bactérias que podem causar doenças.

3. Controle o nível de decibéis

As condições físicas da empresa também interferem no bem-estar do colaborador. Espaços com iluminação muito alta, má regulação de temperatura ou com mobiliário desorganizado nos ambientes, por exemplo, trazem desconforto e desmotivam os profissionais.

Da mesma maneira, o nível de decibéis ao qual os funcionários estão expostos pode afetar a qualidade de vida no trabalho e reduzir a produtividade da empresa. Alguns sons, inclusive, causam perda temporária ou definitiva da audição.

Portanto, busque implementar medidas tecnológicas de controle para diminuir a intensidade de barulhos no espaço profissional. Caso não seja possível adotar ações de redução, garanta que o trabalhador tenha acesso a todos os equipamentos de proteção necessários para amenizar os impactos.

4. Ofereça plano odontológico

Conceder plano odontológico ao colaborador é investimento importante e pode representar retornos significativos para a organização. Além de promover o bem-estar da equipe, a empresa tem a oportunidade de obter benefícios financeiros ao deduzir do Imposto de Renda as despesas de pagamento do plano.

Ao implementar o benefício, a instituição também promoverá a autoestima dos funcionários. Isso porque a saúde bucal e o sorriso estão diretamente relacionados à autoimagem do indivíduo. Essa satisfação comum, sem dúvidas, é refletida nos espaços de trabalho.

Powered by Rock Convert

5. Promova a prática da ginástica

Algumas atividades realizadas na empresa podem, dependendo da sua natureza, causar mal-estar ou desconforto físico. Um colaborador que permanece por 8 horas diárias em frente ao computador, por exemplo, tende a apresentar dor nas costas ou lesões por esforço repetitivo.

O impacto desse problema, entretanto, pode ser diminuído mediante a realização de alongamentos em intervalos de expediente. A ginástica laboral, nesse sentido, contribui muito para a amenização de dores, a renovação dos ânimos e a redução do desconforto durante a rotina.

Promover a prática regular de séries de alongamentos pelo menos uma vez ao dia auxilia no aumento da produtividade da equipe e previne o afastamento por doenças do trabalho.

Além disso, a medida mostra que a empresa se preocupa com seus funcionários. Isso gera sensação de segurança e de confiabilidade em relação ao empreendimento.

6. Oriente sobre a postura no ambiente de trabalho

Seja qual for o cargo exercido na empresa, manter a postura correta é fundamental para a qualidade de vida e o bem-estar no trabalho. Não é incomum observar profissionais que se queixam de tensão e dor nos músculos.

Para evitar o baixo rendimento da equipe, portanto, oriente sobre a posição adequada. O funcionário que exerce sua função sentado, por exemplo, deve manter as coxas paralelas, os pés firmes no chão e a coluna reta apoiada no encosto da cadeira.

O funcionário que permanece em pé por um longo período de tempo, por outro lado, deve se movimentar com frequência e, em intervalos, repousar mantendo a postura descrita acima.

É importante, nesses casos, que o empregador oriente e, se possível, promova treinamento periódico para advertir sobre a importância de manter o posicionamento correto.

7. Incentive a organização do horário de trabalho

As horas de entrada, saída e intervalo, quando cumpridas de maneira rigorosa, promovem qualidade de vida. Entretanto, muitos colaboradores se desorganizam durante o dia e acabam trabalhando em períodos em que poderiam repousar ou se alimentar corretamente.

Isso contribui para o aumento da sensação de cansaço e esgotamento. Nesse sentido, é importante que o empreendedor ensine ao funcionário sobre planejamento de atividades e cobre a organização desse cronograma.

Prevenir a procrastinação no ambiente de trabalho também evitará estresse e fará com que, além do bom desempenho, o colaborador possa usufruir de momentos de descanso e relaxamento durante o expediente.

8. Distribua competências de maneira equilibrada

Outra ação simples e que pode contribuir para a promoção da saúde na empresa é distribuir responsabilidades com equilíbrio. Afinal, a sobrecarga de tarefas sobre alguns colaboradores pode gerar sensação de irritação e fadiga, afetando toda a equipe.

Faça, portanto, uma análise completa dos setores e observe se há formas de distribuir e compartilhar tarefas de modo mais justo. Além de promover a solidariedade na empresa, você estará equiparando esforços entre o grupo e evitando o adoecimento físico e psicológico.

A promoção da saúde na empresa é tema que merece atenção especial dos empreendedores. Afinal, o bem-estar do colaborador está diretamente relacionado à produtividade e ao bom rendimento.

Além dos benefícios financeiros agregados, preocupar-se com o ânimo dos profissionais demonstra zelo pela segurança coletiva. Os benefícios decorrentes disso são inúmeros e passam por questões importantes, como o aumento da confiabilidade do negócio e o desenvolvimento da instituição.

E então, gostou do nosso artigo? Agora aproveite para complementar seus novos conhecimentos com a leitura do post sobre a relação entre a saúde bucal e a emocional!

Powered by Rock Convert

Escreva um comentário

Share This