Os Raios X consistem no tipo de radiação eletromagnética utilizada para a obtenção de imagens em tomografias, mamografias e radiografias. No segmento odontológico, eles também são muito comuns, sendo utilizados em diversos casos — desde a avaliação de uma cárie até o planejamento de uma cirurgia.

Esses exames podem ser feitos por pessoas de todas as faixas etárias, com poucas contraindicações, como no caso de mulheres gestantes. Como os Raios X odontológicos são amplamente solicitados, preparamos este artigo para falar um pouco mais sobre eles. Continue com a leitura e entenda quando é necessário realizá-lo, quais seus benefícios e o que deve ser considerado na hora de fazê-lo.

Quando os Raios X odontológicos são necessários?

As consultas com o dentista se iniciam com uma anamnese entre o profissional e seu paciente, seguida da avaliação da saúde bucal. Em muitos casos essas duas práticas são suficientes para descobrir se há algum problemas nos dentes e qual é o melhor tipo de tratamento.

No entanto, há situações em que é preciso recorrer a técnicas um pouco mais completas, como os Raios X odontológicos, para detectar ou observar a extensão do problema. A partir desse exame, o dentista consegue visualizar detalhadamente a dentição e os ossos da face, facilitando a análise dessas estruturas.

Em um quadro de cárie, por exemplo, o dentista analisa a parte interna do dente para verificar a profundidade da lesão. Isso também acontece quando a região está dolorida, mas aparentemente não há nada de errado. Nessas circunstâncias, o problema pode estar em sua polpa, que não pode ser visualizada a olho nu.

Além de contribuir para uma avaliação mais rigorosa do paciente e a obtenção de diagnósticos precisos, os Raios X odontológicos são solicitados em vários outros casos. Veja alguns deles a seguir!

Na documentação de tratamentos ortodônticos

Quando o paciente vai iniciar um tratamento ortodôntico, precisa preparar uma série de documentos antes de efetivamente colocar o aparelho. A documentação consiste em um conjunto de dados e informações, incluindo os Raios X, que ajudam o ortodontista a conhecer anatomia do indivíduo e definir as melhores intervenções.

Para avaliação das estruturas bucais e faciais

Os Raios X podem ser solicitados quando o profissional precisa observar o desenvolvimento da arcada do paciente, identificar problemas de má formação ou analisar se houve algum trauma profundo em casos de acidente.

Antes de colocar um implante dentário

A colocação de implantes em pacientes que enfrentam a perda de dentes também requer planejamento — e isso inclui a realização de raios X odontológicos, entre outros exames de imagem. Afinal, é preciso estudar a estrutura óssea do paciente para planejar o tratamento.

Como parte do pré-operatório

Pacientes que realizarão cirurgias odontológicas — como colocação de implantes, extração do siso e outros procedimentos — passam pela fase pré-operatória. Nesse período são solicitados diversos exames, como os de raios X.

Powered by Rock Convert

Quais benefícios os Raios X odontológicos trazem para um tratamento?

Conforme explicamos, nem sempre é possível que o profissional obtenha um diagnóstico apenas com o exame clínico. Sendo assim, os raios X odontológicos são essenciais para que se possa entender o quadro do paciente e determinar quais tratamentos serão mais acertados.

Ele ajuda a guiar as decisões do dentista com o intuito de evitar erros e preservar a integridade da saúde bucal. Em muitos casos, como foi possível ver, esse tipo de exame é indispensável, visto que fundamenta os procedimentos realizados em ortodontia e implantodontia.

Então, essa ferramenta diagnóstica e investigativa permite atender exatamente a necessidade do paciente de maneira eficaz e confortável, por meio da adoção das técnicas corretas

Quando os Raios X odontológicos devem ser feitos?

Diferentemente dos exames de glicemia, da tireoide, hemogramas e outros que fazemos periodicamente, os Raios X odontológicos não precisam ser realizados com frequência. Isso porque eles não estão inclusos entre os exames de rotina.

Essa técnica somente é adotada quando existe a necessidade de o dentista estudar as estruturas internas da região da boca. Por isso, você não precisa se preocupar em fazê-lo a cada seis meses ou anualmente.

Na verdade, o ideal é que você passe pela consulta odontológica duas vezes por ano, então, o profissional definirá se existe a necessidade de fazer novos raios X ou não. Isso dependerá de como estiver a sua saúde bucal e dos procedimentos que você precisará realizar.

O que considerar ao procurar por exames de Raios X odontológicos?

Da mesma forma como existem alguns critérios para escolher o melhor dentista, devemos estar atentos na hora de fazer Raios X odontológicos. Esse tipo de exame é oferecido em diversos locais, que devem ser analisados previamente para garantir um bom atendimento e a sua segurança. Alguns fatores importantes são:

  • regulamentação de funcionamento do estabelecimento;
  • cumprimento das normas de radioproteção;
  • utilização de equipamentos mais modernos;
  • estrutura do ambiente;
  • oferta de avental e colar de chumbo para proteção do paciente;
  • especialização e treinamento da equipe;
  • processamento de resultados.

Apesar de os Raios X odontológicos emitirem uma radiação muito baixa, que se caracteriza como inofensiva para a saúde, é preciso ter cuidado na realização desse exame. Se você quiser garantir ainda mais a sua proteção, pode optar por uma clínica que trabalha com a radiografia digital.

Nesse caso, a concentração de radiação é ainda menor, pois a captura das imagens é feita por uma placa eletrônica muito sensível. Além disso, o exame pode ser enviado por meio virtual diretamente para o dentista, facilitando a interação entre os profissionais e agilizando o processo.

Você pode fazer os exames de Raios X odontológicos na rede pública de saúde ou em clínicas particulares, mas contar com um bom plano dental que ofereça essa cobertura é ainda melhor. Assim, terá certeza da qualidade do atendimento e poderá buscar informações para esclarecer suas dúvidas, garantindo ainda mais a sua segurança.

Gostou deste post? Continue acompanhando nossos conteúdos para aprender como cuidar bem do seu sorriso! Aproveite e baixe gratuitamente o e-book gratuito no qual abordamos quais são os problemas bucais mais comuns, bem como os tratamentos mais indicados para cada um deles.

Powered by Rock Convert

Escreva um comentário

Share This