O verão está chegando e, com ele, muita gente deixa de lado o sedentarismo para se matricular em academias e iniciar aquela dieta prometida há tempos. O objetivo da maioria é o mesmo: perder peso e ficar em forma para a estação mais quente do ano.

Iniciar atividades físicas, no entanto, não é tarefa fácil, e muitas vezes a preguiça fala mais alto. O importante é ter a consciência que é preciso correr atrás (neste caso, literalmente). Por isso, reunimos neste artigo algumas dicas que podem fazer toda a diferença para quem quer chegar ao verão em forma. Confira!

Projeto verão: primeiros passos

  1. Defina objetivos: antes de determinar qual atividade física fazer, pergunte-se: qual o seu objetivo? É perder peso? Ter mais saúde? Uma vez que essas perguntas são respondidas, você terá mais facilidade para definir as táticas e os exercícios que farão parte do projeto verão.
  2. Estabeleça metas factíveis: independente do exercício escolhido, defina objetivos viáveis, que podem ser alcançados em pouco tempo (por exemplo, perder poucos quilos por mês). Assim fica mais fácil manter a determinação para alcançar uma meta maior em longo prazo.

Começando a se exercitar

  1. Mexa-se: se você é sedentário, comece caminhando ou pedalando ao ar livre, ou então se matricule em uma academia. Em ambos os casos, procure a ajuda de um profissional para definir a intensidade e frequência dos treinos. Você pode contratar um personal trainer ou solicitar apoio dos professores da academia.
  2. Considere a musculação: muitas pessoas que desejam emagrecer investem apenas em atividades aeróbicas, que queimam mais calorias. Mas para perder a gordura corporal você vai precisar dos seus músculos. Por isso, tente conciliar os treinos aeróbicos com musculação.
  3. Seja regular: o exercício físico precisa entrar em sua rotina. Portanto, por mais simples que seja seu treino, procure fazê-lo com regularidade (cerca de três vezes por semana). Ao deixar de se exercitar por períodos longos, as chances de abandono tendem a crescer.

Mantendo o ritmo

  1. Use a manhã: evite perder o treino que você programou fazendo exercícios no começo do dia. As chances de acontecer um imprevisto (ou distrações) nessa hora são bem menores!
  2. Descanse: uma boa noite de sono é fundamental para equilibrar alguns hormônios que controlam nosso metabolismo e para melhorar os resultados.
  3. Parar nas férias pra quê? Apesar de todas as festas e compromissos familiares de final do ano, se você tiver um recesso, use-o para praticar mais esportes.
  4. Indo além: se você já adquiriu um bom ritmo de treinos, procure um profissional para estabelecer exercícios mais intensos (mas sempre com segurança!). Isso aumenta sua motivação e ajuda a conseguir resultados mais rápidos e eficientes.

Cuidando da alimentação

  1. Beba água: às vezes, o organismo desidratado confunde o estímulo da sede com fome, o que resulta em deslizes. Para manter o corpo hidratado, beba de 1,5 a 2 litros de água por dia.
  2. Mais fibras: alimentos ricos em fibras solúveis e insolúveis auxiliam no bom funcionamento do intestino e ainda ajudam a controlar a fome. Inclua na sua dieta: cereais (como aveia e chia), alface, espinafre, tomate, pepino, feijão preto, grão-de-bico, lentilha e brócolis, entre outros.
  3. Escolha os carboidratos certos: conhecido por ser calórico, este tipo de alimento também é uma importante fonte de energia para os exercícios. Para conciliar a perda de peso com os treinos, opte pelos carboidratos com baixo índice glicêmico, que ajudam a controlar o apetite. São eles: batata-doce, aspargo, couve-flor, alcachofra, berinjela, centeio, pera, cenoura, etc.
  4. Cuidado com o álcool: preste atenção nas bebidas alcoólicas. Elas possuem calorias e podem atrapalhar o emagrecimento.
  5. Antes e depois dos exercícios: entre 40 a 60 minutos antes dos treinos, consuma alimentos que sejam fontes de energia, como frutas, pães e cereais integrais, geleias de frutas, etc. Eles ajudarão você a ter uma queima maior de gordura. Depois da atividade, consuma proteínas que ajudam na recuperação muscular, como iogurte desnatado e queijos brancos.
  6. Procure um especialista: toda mudança na alimentação é mais segura e eficaz se acompanhada por um nutricionista. Se você está tendo problemas relacionados à obesidade, no entanto, também pode ser válido buscar o acompanhamento de um endocrinologista.

Resultados

Se você atingiu seus objetivos iniciais, comemore muito! Afinal, trata-se de uma recompensa pelo seu esforço. Agora, mesmo que você não tenha perdido todos os quilos que gostaria, a simples mudança de hábitos também é motivo para celebrar!

Powered by Rock Convert

Afinal, os benefícios destas mudanças vão muito além da estética. Eles são para a vida toda! E tem mais: se você mantiver o ritmo, quando o próximo verão chegar, certamente não terá que se preocupar tanto com a perda de peso.

 

Saiba mais:

Fontes para elaboração deste artigo.

O Globo – dicas para ficar em forma

Espirito Outdoor

Mundo boa forma

Sportlife

Powered by Rock Convert

Escreva um comentário

Share This