Normalmente por falta de conhecimento ou de recursos financeiros, a saúde bucal costuma ser negligenciada por muitas famílias brasileiras.

O detalhe é que, por mais que seja comum, esse erro pode levar a sérios problemas. Saiba desde já: ao contrário do que muita gente pode pensar, manter os dentes e a gengiva em dia é uma necessidade que não está relacionada apenas à estética. Na verdade, são muitas as doenças que podem ter origem na boca.

Você sempre deixa a ida ao dentista em segundo plano? Pois saiba que há maneiras de economizar só por fazer visitas regulares ao seu dentista! E a melhor forma de fazer isso sem perder o equilíbrio financeiro, é contratando um plano odontológico. Essa certamente é a melhor solução para evitar gastos inesperados para você e sua família.

No post de hoje, vamos tirar suas principais dúvidas sobre esse tipo de plano, mostrando exatamente por que você deve contratar o seu agora mesmo. Continue com a leitura!

Como funciona um plano odontológico?

Escovar os dentes após cada refeição e usar o fio dental são boas práticas que devem se tornar hábitos regulares. Mas disso você já sabe, certo? No entanto, será que só esses cuidados já são suficientes para garantir a eficiência da higiene bucal e o controle de doenças? A resposta para essa pergunta é um alto e sólido não.

As pessoas devem visitar o dentista periodicamente para fazer a chamada profilaxia dentária, uma limpeza mais profunda realizada nos consultórios que ajuda a eliminar o tártaro e a placa bacteriana.

A próxima pergunta que vem à cabeça, então, é: mas como assumir os custos dessas consultas para toda a família? Pois é aí que entram os planos odontológicos. O Goldental, por exemplo, tem excelentes preços e custa bem menos que o valor médio de uma consulta para limpeza e outros procedimentos de prevenção!

Contratando um plano odontológico, você não precisa mais se preocupar com situações de emergência, pois há atendimento em clínicas de urgência 24 horas e uma série de outros benefícios nesse sentido. Dessa forma, se alguém da família sentir uma dor inesperada no meio da noite, nada de esperar até o dia seguinte para ser atendido!

Powered by Rock Convert

Por que é mais econômico ter um plano?

Se o orçamento familiar é apertado, o medo de contratar mais um serviço que trará despesa mensal fixa sempre surge, não é mesmo? No entanto, é preciso ter em mente que, no caso do plano odontológico, essa mensalidade terá como resultado economia nos gastos com consultas, medicamentos e procedimentos, entre outros.

Lembre-se, afinal de contas, que não é fácil encontrar dentistas particulares no mercado com preços acessíveis e bom atendimento, certo? E se há crianças na família que precisam de tratamentos preventivos ou que têm imperfeições nos dentes, os custos aumentam, já que as consultas se tornam mais frequentes.

Falando especificamente de casos de emergência, em que o atendimento deve ser realizado fora do horário comercial, acredite: os gastos podem chegar a 3 vezes mais que o valor da mensalidade de um plano odontológico familiar! Isso vale, por exemplo, para um dente quebrado ou uma cirurgia de urgência.

É isso mesmo que você está entendendo: trata-se do fim das preocupações com o sorriso de todos em casa, sem que, para isso, você precise extrapolar o orçamento! Com o Goldental, por exemplo, você encontra vários segmentos de planos. Com certeza você vai encontrar um que se encaixe na sua realidade:

  1. individual e familiar: contratado de forma particular para você e sua família;
  2. micro e pequeno empreendedor: oferecido para empresas que têm de 3 a 29 beneficiários;
  3. pequenas e médias empresas: para empresas um pouco maiores, de 30 a 99 beneficiários;
  4. empresarial: oferecido a grandes empresas, com mais de 99 funcionários.

Como escolher o melhor plano odontológico?

Se você fizer uma pesquisa rápida, verá que o mercado apresenta uma série de alternativas no segmento de planos odontológicos, por isso é importante ter atenção na escolha e levar em consideração a experiência da empresa. Para você ter uma ideia, mesmo com a crise econômica dos últimos anos, os convênios nesse segmento movimentaram 4,4 bilhões de reais em 2016, o que representa mais da metade dos valores pagos pela população para tratamentos dentários particulares.

Diante de tantas possibilidades, como fazer uma boa escolha? O segredo está em ter atenção a algumas dicas. A fim de facilitar sua decisão, elaboramos aqui um guia resumido, apontando os principais cuidados que devem ser tomados na hora de contratar um plano odontológico. Veja:

  • antes de contratar o plano, faça pesquisas e tire todas as suas dúvidas sobre os benefícios oferecidos;
  • mesmo que você conheça um corretor de confiança, procure obter informações diretamente com a operadora, além de amigos e parentes que tenham o mesmo plano;
  • sempre cheque a rede referenciada antes de fechar negócio com uma empresa para saber quais profissionais e clínicas são associados, ajudando-o a optar por um plano que atenda a todas as suas necessidades;
  • observe atentamente todas as modalidades de cobertura do plano odontológico pretendido;
  • caso o plano seja oferecido por sua empresa, cheque se há custos adicionais, fora o pagamento de mensalidade, para não ter surpresas na hora da consulta;
  • procure uma empresa que tenha experiência e credibilidade.

Ainda não tem certeza de que precisa de um plano para cuidar da sua saúde bucal? Então basta fazer uma comparação com o seguro do seu carro ou da sua casa: é uma despesa que você sabe que vale a pena manter.

Como viu, a contratação de um plano odontológico pode ser considerada um excelente investimento, pois ajuda a economizar no longo prazo. E o melhor: sem abrir mão da saúde da sua família! Então o que ainda está esperando para fechar negócio? Entre em contato conosco e escolha a melhor opção de plano odontológico!

Powered by Rock Convert

Escreva um comentário

Share This