Saiba como fazer uma pesquisa de engajamento entre os seus colaboradores!

6 minutos para ler
Powered by Rock Convert

Mesmo que não seja um tópico novo, a pesquisa de engajamento ainda gera dúvidas em muitos gestores, sendo até deixada de lado na maioria das vezes. Diferentemente de pesquisas de clima organizacional, esse questionário é uma maneira de quantificar os níveis de motivação dos colaboradores em uma empresa.

Quando está alinhado aos propósitos organizacionais, o engajamento interno pode melhorar resultados, impactando diretamente a produtividade geral do negócio. É preciso, portanto, garantir que os funcionários estejam satisfeitos com seus papéis no desenvolvimento da organização.

Muito além do quesito financeiro, esse comprometimento contribui para o crescimento e a qualificação profissional da equipe, diminuindo as taxas de turnover e melhorando o clima na empresa.

Mas você sabe como medir e impulsionar esse engajamento interno? É sobre isso que vamos falar neste post! Acompanhe e aprenda a fazer uma pesquisa correta e obter os melhores resultados.

Afinal, o que é uma pesquisa de engajamento?

O termo engajamento, quando relacionado aos funcionários, refere-se ao envolvimento e à satisfação dos indivíduos com a empresa, bem como seu entusiasmo pelo trabalho e pelas funções que exercem. Dessa forma, os recursos humanos perceberam a importância de metrificar esse ativo para incrementar a cultura empresarial.

Assim, a pesquisa de engajamento nada mais é que uma maneira de analisar e acompanhar o comprometimento da equipe, muitas vezes em tempo real. Pelo fato de ela ser menor, envolvendo em torno de cinco a dez perguntas, pode ser aplicada com maior frequência.

Diferentemente de pesquisas anuais ou semestrais, esse questionário pode ser aplicado a cada semana, permitindo que líderes e gestores tomem ações imediatas para aprimorar o ambiente e melhorar a felicidade no trabalho.

Por que é importante medir o engajamento dos colaboradores?

Se entendermos o engajamento como sendo a ligação afetiva de objetivos e valores do colaborador com a empresa, fica fácil de entender a importância de medir esse nível constantemente. Segundo dados da Gallup, funcionários engajados são cinco vezes mais propensos a indicar a empresa para alguém e mais comprometidos com as entregas, além de estarem três vezes mais abertos à inovação.

Pensando no employee experience, podemos destacar alguns outros pontos essenciais da importância de se realizar a pesquisa de engajamento nas organizações, sendo eles:

  • essa métrica implementa mudanças e demonstra a importância que os colaboradores têm na empresa;
  • é uma prática de baixo custo operacional que gera resultados positivos em diversas áreas;
  • o nível de satisfação dos trabalhadores está diretamente ligado ao nível de produtividade interna;
  • os dados podem ser usados como registro da experiência na instituição, sendo consultados para entender quais ações deram certo e quais precisam ser melhoradas;
  • sem recorrer a análises internas, é impossível entender os níveis de satisfação da equipe.

Como essas métricas afetam a empresa?

É perceptível que a pesquisa de engajamento é bastante necessária para qualquer ambiente de trabalho que pretende se manter operante, saudável e com resultados positivos em um mercado tão mutante.

Para a empresa, é fundamental entender quais sentimentos e atitudes dos colaboradores estão relacionados com a produtividade. Por meio desses dados, gestores conseguem encontrar respostas para aumento de eficiência interna e menor taxa de rotatividade entre profissionais qualificados.

O engajamento assume o papel da felicidade na busca por melhores resultados, potencializando a performance e garantindo melhores rendimentos ao negócio ao longo dos anos.

Powered by Rock Convert
Powered by Rock Convert

De que maneira deve ser conduzida uma pesquisa de engajamento?

Após entender a importância da pesquisa de engajamento e como ela funciona para quem busca mais felicidade, produtividade e resultados no ambiente corporativo, vamos conhecer agora os principais passos para conduzi-la de forma efetiva!

Defina o objetivo da pesquisa

Primeiramente, é preciso elaborar com muito cuidado o modo como você realizará a análise — um questionário simples e sucinto já resolve. Depois, defina quais são os objetivos dessa pesquisa.

Quais ações já foram feitas e que engajaram os colaboradores? Qual é o grau de engajamento atual do meu time? O que é possível melhorar internamente para engajar cada vez mais? Esses são apenas alguns exemplos de objetivos que você pode ter ao realizar sua pesquisa.

Não utilize questionários prontos

Após decidir o que você pretende saber, é hora de elaborar as perguntas do questionário. Lembre-se de que a pesquisa de engajamento é mais curta, por isso, aposte no máximo de dez perguntas. Elas também precisam ser diretas e claras, de modo que não haja espaço para dúvidas ou suposições.

Nunca utilize questionários prontos da internet. Isso prejudica o andamento da sua análise e não contempla de fato seus objetivos, já que cada organização apresenta particularidades e tem diferentes enfoques.

Perguntas eNPS

Uma dica é usar as perguntas eNPS (Employee Net Promoter Score), muito utilizadas para avaliar a satisfação e lealdade de clientes. Só que, nesse caso, elas servem para medir o engajamento dos colaboradores com a empresa. Um exemplo desse tipo de pergunta é:

  • De 0 a 10, o quão satisfeito com a empresa você está atualmente?

A partir desses resultados, os profissionais de RH conseguem identificar os colaboradores que são promotores (respostas 9 ou 10), neutros (respostas 7 ou 8) e detratores (respostas de 0 a 6).

Envolva as lideranças

Esse é um processo que necessita de trabalho em conjunto. Portanto, envolva e inclua sempre a liderança na realização das pesquisas, pois esses profissionais conseguem conversar diretamente com as equipes e incentivar a participação ativa.

Além disso, gestores acompanham muito mais de perto os colaboradores de cada setor, com proximidade maior para auxiliar com as melhores ações e ideias, de modo a engajá-los.

Qual é o papel da gestão de benefícios para o engajamento?

Após entender e analisar os dados da sua pesquisa de engajamento, é preciso pensar em ações e estratégias para solucionar gargalos e potencializar pontos fortes, aumentando a satisfação dos colaboradores. Uma ótima maneira de fazer isso acontecer é por meio da gestão de benefícios.

Trata-se do conjunto das atitudes feitas pela empresa para administrar as vantagens oferecidas aos colaboradores, desde incentivos até o recebimento de vales e planos de saúde, por exemplo.

O oferecimento de benefícios corporativos tem se mostrado como uma das estratégias mais eficazes para reter talentos, promover bem-estar e ganhar em produtividade. Por isso, a Golden Cross oferece o plano odontológico ideal para a sua empresa, ajudando você a agregar ações após a pesquisa de engajamento.

Que tal, agora, entrar em contato conosco para conhecer o plano odontológico que você pode adicionar às suas ações estratégicas de engajamento? Estamos esperando o seu contato!

Powered by Rock Convert
Novos cenários causados pela COVID-19: quais os impactos para as empresas?Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário