Mancha no dente: confira quais são os tipos e como tratá-las

6 minutos para ler

O surgimento de uma mancha no dente afeta de forma significativa a aparência do sorriso. No entanto, mais do que um fator estético, em alguns casos, ela pode estar relacionada a problemas bucais que necessitam de tratamento.

Por isso, quando o dente sofre alguma alteração em sua tonalidade, é fundamental procurar um dentista. Ele fará uma avaliação para verificar o que está causando esse problema, se é inofensivo ou apresenta o risco de abalar a saúde bucal.

As manchas podem se manifestar em função de diversos fatores, e nós preparamos este artigo para explicar quais são eles. Continue lendo e conheça os diferentes tipos de mancha nos dentes, suas causas e opções de tratamento.

Quais são os tipos de mancha no dente?

Os dentes são compostos, basicamente, por três camadas. O esmalte dentário é a primeira delas, a mais resistente e que protege as outras. Abaixo dele, está a dentina e, em seguida, a polpa, onde estão concentrados todos os tecidos nervosos e vasos sanguíneos que deixam o dente “vivo”.

As manchas podem se manifestar em diferentes partes do dente. Sendo assim, elas podem ser classificadas como internas e externas. Suas diferenças estão, também, nos fatores que as desencadeiam. Veja mais a seguir.

Manchas internas

A mancha interna no dente surge quando a polpa dentária ou dentina apresentam algum tipo de problema. É isso que acontece, por exemplo, em casos de hemorragia ou de necrose da polpa. Também pode ser o resultado negativo de um tratamento de canal.

Manchas externas

As manchas externas são aquelas que afetam principalmente o esmalte dentário. Caracterizam-se por uma alteração da sua tonalidade em caráter químico ou por causa do acúmulo de resíduos sobre o dente, como os corantes encontrados nosalimentos e o tártaro.

O que causa manchas no dente?

Pelas nossas explicações anteriores, já foi possível perceber alguns fatores que podem desencadear mancha no dente, certo? No entanto, existem muitos outros que afetam tanto a parte interna quanto a estrutura do dente e o esmalte dentário. Confira.

Cárie

Quando a cárie está no começo, ela se manifesta como mancha branca, com aspecto de giz, que com o tempo pode pigmentar e escurecer. Se não tratada, a tendência é evoluir e originar uma cavidade devido grande perda de esmalte dentário.

Fluorose

A fluorose se caracteriza pela formação de manchas no dente. Em alguns casos, se manifesta como manchas escurecidas ou linhas esbranquiçadas. Ocorre quando há ingestão excessiva de flúor durante o processo de formação dos dentes, sendo, portanto, um problema que se inicia na infância.

Cigarro

A nicotina e outras substancias presentes na fumaça do cigarro conseguem penetrar o esmalte dentário. Isso acontece porque ele é composto por microporos, então, com o passar do tempo, a tendência é que os dentes fiquem cada vez mais amarelados.

Traumas

Traumas que ocorrem durante o processo de formação do dente podem resultar em manchas brancas, em função do acúmulo de minerais. Quando eles acontecem depois que os dentes já estão formados, podem resultar em hemorragia, que provoca uma mancha interna, deixando odente escuro.

Powered by Rock Convert

Pigmentos alimentícios

Os pigmentos encontrados em alimentos e bebidas, sejam de origem natural ou sintética, podem deixar os dentes manchados, escurecidos ou amarelados. Isso acontece porque seus resíduos se acumulam sobre o esmalte dentário, e o quadro se agrava ainda mais se a pessoa não tiver uma higiene bucal rigorosa

Tratamento de canal

Após um tratamento de canal, o dente pode ficar escuro, em função de hemorragias, mas também por causa do material que foi utilizado para restaurá-lo. Mas isso não é uma regra, pois se após a obturação do canal o dentista conseguir limpar toda parte interna da coroa, retirando resto de cimento e sangue esse dente dificilmente sofrerá escurecimento.

Envelhecimento do esmalte

O processo natural de envelhecimento também pode causar mancha no dente, porém, a tendência maior é que ele fique amarelado. Isso ocorre tanto pelo acúmulo de pigmentos alimentares como em função do desgaste do esmalte, que deixa a dentina — que é mais escura — em maior evidência.

Como tratar as manchas dentárias?

Não existe apenas um procedimento para tratar a mancha no dente. Afinal, conforme você viu, as causas desse problema são as mais variadas. Sendo assim, é preciso passar pela avaliação de um dentista para que ele defina o que a provocou e o seu tipo e, então, indique a melhor técnica.

A seguir, listamos algumasopções de tratamento para recuperar a tonalidade natural do esmalte dentário e sua aparência. Veja!

Profilaxia dentária

Quando a alteração de tonalidade ou as manchas são muito superficiais, a profilaxia dentária — ou seja, uma limpeza de consultório — pode ser suficiente. 

Clareamento dentário

No caso do acúmulo de pigmentos, envelhecimento natural e uso de cigarro, é possível eliminar as manchas e o tom amarelado ou escurecido do dente por meio do clareamento dentário. Ele alcança uma tonalidade mais clara, valorizando aparência do sorriso, e pode ser feito em casa ou no consultório.

Clareamento interno

Quem sofreu um trauma que desencadeou hemorragia no dente e aqueles que passaram pelo tratamento de canal podem eliminar a mancha por meio do clareamento interno. Nesse caso, o tratamento é feito especificamente no dente afetado, sem mexer nos demais.

Facetas de porcelana

Asfacetas de porcelana são próteses laminadas feitas sob medida para cada pessoa. Elas são coladas sobre os dentes na região estética do sorriso e permitem alterar não só a tonalidade do esmalte, mas também seu tamanho e formato, além de corrigir pequenas imperfeições, comodesalinhamentos.

Procedimentos específicos

O dentista também pode adotar procedimentos específicos para tratar a mancha no dente. Esse é o caso de quando ela é decorrente de uma cárie ou em função de problemas com a polpa dentária, condições que exigem técnicas distintas.

É importante ressaltar que, como a mancha no dente também pode ser uma consequência de alguns hábitos, é fundamental realizar mudanças para prevenir uma nova manifestação. Por isso, evite o cigarro, escove bem os dentes e faça visitas frequentes ao dentista, para contar com esse profissional na prevenção desse e diversos outros problemas.

Como algumas manchas nos dentes têm origem na infância, veja este outro artigo que ensinacomo cuidar dos dentes do bebê, para iniciar a prevenção quanto antes.

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário