Você conhece alguém que tenha mancha branca no dente? Essa característica aparentemente inofensiva precisa ser avaliada por um dentista, porque, na verdade, é uma alteração do esmalte que pode indicar um problema bucal.

Existem diversas causas para o surgimento de manchas desse tipo ao longo da vida. Mas o que exatamente provoca as mudanças na tonalidade do dente? É realmente necessário consultar um profissional?

Continue lendo este artigo, porque vamos responder essas perguntas. Conheça os fatores que estimulam o surgimento das manchas brancas e saiba quando elas são apenas uma questão estética ou um abalo na saúde da boca.

O que é mancha branca no dente e por que ela aparece?

Você sabia que o esmalte dentário é o tecido mais mineralizado que encontramos no corpo humano? Cerca de 90% dele é representado por substâncias minerais como o cobre e o zinco, que se organizam em estruturas em forma de hastes cristalinas que se entrelaçam.

Os espaços entre essas hastes são preenchidos por fosfato de cálcio amorfo, um composto orgânico vítreo. Os outros 10% do esmalte são representados por água e materiais orgânicos, por isso, para sua estrutura se desenvolver, ela passa por diversas reações químicas.

O esmalte dentário é influenciado por substâncias como fluoreto (flúor), magnésio e carbonato. São necessárias as quantidades certas de cada ingrediente para que ele se forme com perfeição.

Ao longo da vida, os dentes continuam sofrendo a influência das substâncias com as quais têm contato. Mesmo que eles já estejam completamente formados, existe a possibilidade de sofrerem alterações em função das reações que ocorrem na boca e no organismo.

Sendo assim, a mancha branca no dente aparece quando algum fator interfere na formação da estrutura dentária, prejudicando as reações químicas da mineralização. Também surge quando a estrutura do dente sofre agressões ou deficiências de nutrientes.

Algumas regiões do esmalte assumem uma tonalidade diferente em função da concentração de substâncias em determinado ponto. Dependendo do fator estimulante, a mancha esbranquiçada é a sequela de uma lesão que tenha danificado ou esteja prejudicando a estrutura do dente.

Quais são as causas desse problema?

Existem duas situações diferentes sobre a mancha branca no dente. No primeiro caso, ela pode ser apenas um fator estético que não prejudica a saúde bucal, ou seja, relaciona-se exclusivamente à aparência do esmalte dentário.

Mas existe a possibilidade, também, de essa alteração da tonalidade indicar problemas que exigem maior atenção. Isto é, a mancha pode ser um sintoma de que algo não está certo, exigindo tratamento.

A seguir, listamos algumas causas possíveis da mancha branca no dente para que você entenda a fundo esse problema. Acompanhe!

Cárie

Quando se fala em cárie, a principal característica divulgada sobre ela é o aparecimento de pontos escuros no esmalte dentário. No entanto, eles não surgem da noite para o dia, pois existe um estágio inicial para esse tipo de lesão.

Powered by Rock Convert

O primeiro sintoma da cárie é a desmineralização do esmalte. Quando isso acontece, há formação de uma mancha branca no dente, uma alteração de tonalidade que pode ser indício de que as bactérias estão agindo em uma determinada região do dente, demandando tratamento.

Fluorose dental

Esse é um agravo que acontece na infância, durante a formação dos dentes de leite e dos permanentes. A fluorose dental se caracteriza por alterações químicas na fase de construção do esmalte dentário, o que provoca o surgimento de manchas esbranquiçadas e acastanhadas e de irregularidades estruturais.

O que causa a fluorose é o contato excessivo com o flúor. Embora ele seja uma substância importante para a mineralização do esmalte, quando em excesso no organismo, prejudica a sua estrutura, afetando a estética e, em alguns casos, a saúde do dente.

Hipoplasia do esmalte

Essa é uma doença que pode lesar qualquer tecido do organismo, inclusive o esmalte dentário. Quando se manifesta ali, ela provoca alterações na cor, surgimento de manchas ou irregularidades estruturais, além da desmineralização.

Essa condição pode ter origem hereditária, mas também ser ocasionada por distúrbios durante a infância, como deficiência de vitaminas, traumas ou cáries no dente de leite, febre, alguns medicamentos, contato excessivo com flúor e doenças típicas da infância, como sarampo e varicela.

Amelogênese imperfeita

Esse é um problema hereditário que se caracteriza por alterações no esmalte dos dentes de leite e dos permanentes. Existem diversos graus para a amelogênese imperfeita, sendo que suas consequências afetam a estética e a saúde dentárias.

Quando o indivíduo é portador do gene, ele pode desenvolver sensibilidade nos dentes, deficiências na formação do esmalte, defeitos nas proteínas e minerais que compõem as estruturas dentais e manchas esbranquiçadas.

Acidez excessiva na boca

A mancha branca no dente pode surgir ao longo da vida por causa do excesso de acidez na cavidade oral. Essa condição provoca alterações no pH bucal, em função da baixa qualidade do fluxo salivar, da alimentação rica em alimentos ácidos ou do refluxo gastroesofágico.

As alterações na tonalidade do esmalte ocorrem porque os ácidos excedentes provocam a sua desmineralização. Assim, algumas das regiões dele ficam manchadas, e ainda existe a possibilidade de ocorrer a erosão, quando se formam buracos na estrutura dentária.

O que fazer quando aparecem manchas no dente?

Se você notar o surgimento desse problema, a primeira coisa que precisa fazer é agendar um horário com o dentista. Como você viu, quando essa alteração surge ao longo da vida, pode ser um indício de que algo está em desequilíbrio em sua boca. Logo, atenção e cuidados são necessários.

E caso você já tenha manchas desde a infância, também é interessante consultar o especialista. O profissional avaliará essa característica dos seus dentes, para observar se ela está limitada a fatores estéticos ou se pode trazer comprometimento para a saúde da dentição.

Mas saiba que é possível eliminar as manchas. O tratamento indicado dependerá das causas do problema e da forma como ele afeta o sorriso. É possível adotar procedimentos como:

  • mudanças na alimentação;
  • suplementação nutricional;
  • produtos para remineralização do esmalte;
  • microabrasão;
  • clareamento dental;
  • uso de facetas de porcelana ou lentes de contato.

A mancha branca no dente nem sempre é um problema, mas existe a possibilidade de ser preciso investigá-la mais a fundo e tratá-la. Portanto, se perceber essa característica em você, converse com um especialista. E esteja sempre atento à saúde bucal das crianças, porque é comum que esse problema comece nos primeiros anos de vida.

Gostou do artigo? Então, confira outros temas interessantes como esse acompanhando nossas postagens nas redes sociais. Estamos no Facebook, no Instagram, no YouTube e no LinkedIn

Powered by Rock Convert

Escreva um comentário

Share This