O surgimento dos aparelhos ortodônticos representou uma verdadeira revolução para a Odontologia. E não é para menos! Esse recurso passou a permitir que problemas estruturais fossem corrigidos, melhorando significativamente a qualidade de vida dos pacientes e prevenindo uma série de situações indesejadas. Mas aí surgiu uma nova questão: como limpar o aparelho corretamente?

Mesmo revolucionários, os aparelhos demandam certos cuidados específicos para garantir sua eficácia e evitar outros tipos de problemas, como a maior facilidade para o surgimento de cáries e doenças periodontais. Nesse sentido, a limpeza adequada é essencial para garantir que um tratamento bem-sucedido em todas as esferas.

Pensando nisso, resolvemos preparar aqui um guia de limpeza. Ao longo dos próximos tópicos, você aprenderá exatamente o que deve ser feito para manter seu aparelho sempre higienizado, prevenindo-se contra doenças e deixando seu sorriso sempre belo e radiante. Vamos lá?

aparelho ortodôntico

Comece “preparando o terreno”

Infelizmente, a escovação diária muitas vezes é feita às pressas, de qualquer jeito. O que falta lembrar é que esse processo é fundamental para a saúde bucal, devendo ser feito com o devido cuidado para evitar problemas indesejados.

No caso de quem usa aparelho, é preciso ainda fazer uma preparação, retirando todas as pecinhas removíveis do caminho para deixar a cavidade oral o mais livre possível. Com isso, a ação das ferramentas responsáveis pela limpeza será muito mais eficaz.

Mas atenção: nada de querer tirar aqueles elásticos que o dentista troca de mês em mês, ok? É para remover somente o que você já pode tirar para comer, por exemplo. O resto fica lá, agindo para tornar seu sorriso ainda mais bonito!

Use uma escova adequada

A escolha da escova ideal também faz parte do processo de limpeza, já que será ela a responsável pela higienização mecânica dos dentes e do aparelho. Criada especialmente para atender às especificidades de um aparelho, a escova ortodôntica é anatomicamente pensada para dar conta da limpeza das pecinhas.

Para usá-la, basta escovar os dentes como você faria com uma escova tradicional. Faça pequenos movimentos circulares em todas as regiões, incluindo as gengivas e a parte de trás dos dentes. Prolongue a ação nas áreas de difícil acesso. Assim, nada ficará de fora!

Redobre o cuidado com os bráquetes

Os bráquetes são aquelas pecinhas que chamam a atenção no aparelho ortodôntico. É neles que você pode colocar elásticos de cores diferentes, tornando o aparelho um pouco mais customizado e divertido. Mas são eles também os principais responsáveis pelo acúmulo de sujeirinhas e microrganismos no aparelho.

É necessário prestar atenção extra aos bráquetes na hora de limpar o aparelho, higienizando-os cuidadosamente e sempre que possível. E por mais que a escova ortodôntica seja preparada para abraçá-los, ainda assim é recomendado passar um tempinho a mais limpando a seu redor.

Abuse da ajuda do passa fio

Como você já deve saber, o uso do fio dental é uma etapa indispensável da higienização bucal. Ele alcança áreas não higienizadas pelas escovas, limpando os espaços entre os dentes e seus pontos de encontro com as gengivas. Isso evita a formação de placa bacteriana em regiões de difícil acesso, sendo importantíssimo para a manutenção da estrutura dentária.

Powered by Rock Convert

O detalhe é que essa tarefa pode ser um pouco difícil para quem usa aparelho ortodôntico. Nesse caso, o ideal é usar um passa fio, também chamado de condutor, objeto semelhante a uma agulha que tem como principal função conduzir o fio dental em áreas de difícil alcance.

Invista em uma escova interdental

Aliada ao fio dental, a escova interdental auxilia na limpeza dos espaços existentes entre os dentes. Ela se parece muito com aquelas escovinhas usadas para limpar garrafas e mamadeiras, sabe? A vantagem? Consegue alcançar pontos difíceis de serem pegos pela escova convencional.

Vale lembrar que essa escova não substitui a escova ortodôntica, tampouco o uso regular do fio dental! Trata-se de uma ferramenta complementar para garantir uma limpeza ainda mais eficaz e completa da cavidade oral. A frequência ideal de uso deve ser recomendada pelo dentista responsável por seu acompanhamento.

Faça bochechos com antissépticos bucais

Os antissépticos ou enxaguantes bucais são ótimas opções para quem usa aparelho. Esse produto alcança praticamente todos os pontos da cavidade oral, ajudando na prevenção do surgimento da placa bacteriana e de manchas indesejáveis na superfície dentária, por exemplo.

O enxaguante deve ser usado cerca de 2 vezes ao dia, preferencialmente ao acordar e antes de dormir, fechando com chave de ouro a rotina de limpeza bucal. Sim, ele vem depois do uso do fio dental e da escova de dentes, nessa ordem.

É melhor escolher fórmulas que não contenham álcool, a fim de evitar o ressecamento da mucosa e eventuais reações contrárias, normalmente associadas à sensibilização da região.

Escove também a língua

Embora não tenha uma relação direta com a limpeza do aparelho, precisamos falar sobre uma região constantemente esquecida durante a escovação: a língua. É preciso lembrar que todas as regiões da nossa boca estão em contato contínuo e direto, o que significa que negligenciar qualquer etapa pode afetar a qualidade da higienização de todo o resto.

Responsável por nosso paladar e nossa capacidade da fala, a língua é também a casa de diversos microrganismos potencialmente nocivos. A falta de escovação ali pode contribuir para o surgimento da saburra lingual, uma espécie de placa bacteriana aderida na sua superfície.

A partir de hoje, então, não se esqueça: a limpeza da língua é fundamental. Assim, você evita que as bactérias migrem para os dentes e atinjam outras estruturas da boca.

Faça um acompanhamento com o dentista

Por fim, nossa última dica de limpeza é mais um conselho para manter a saúde bucal em dia: não deixe as consultas com seu dentista de lado. E isso vale especialmente para quem usa aparelho ortodôntico!

Esteja no consultório com a periodicidade solicitada e busque sempre seguir as orientações passadas pelo profissional responsável por seu tratamento. Esse compromisso garante um processo muito mais eficaz e um resultado bem mais satisfatório, além de diminuir a duração do tempo necessário para completá-lo. Cuide bem do seu sorriso seguindo as recomendações do seu dentista, combinado?

E aí, aprendeu a limpar o aparelho da maneira correta? Seguindo essas dicas, não tem erro: com a limpeza periódica, seu tratamento ortodôntico será um verdadeiro sucesso e sua saúde bucal estará garantida! Por isso, trate de colocar em prática tudo o que aprendeu neste post hoje mesmo!

Por fim, aproveite para conferir também nosso conteúdo sobre dentes amarelados e descobrir como manter seus dentes sempre brancos!

Powered by Rock Convert

Escreva um comentário

Share This