Uma das principais maneiras de cuidar da saúde e da segurança dos colaboradores nas empresas é investir em uma palavra relativamente simples, mas cheia de significados: a ergonomia. Esse termo se refere diretamente ao estudo entre a relação que os seres humanos desenvolvem com as máquinas e ao manejo correto desse relacionamento, sem prejuízos à saúde.

No âmbito de segurança em trabalho e saúde do trabalhador, a ergonomia é uma área que visa otimizar as condições laborais dos indivíduos que lidam com maquinários específicos, sejam computadores ou equipamentos mais complexos. O objetivo é sempre garantir que a saúde do colaborador não seja prejudicada por uma postura inadequada ou a execução de movimentos repetitivos, por exemplo.

Mas, afinal, quais são os impactos causados pela falta de preocupação com a ergonomia no ambiente de trabalho? Como podemos evitar que esses problemas atinjam os nossos funcionários? Como incentivar os cuidados com a saúde entre os integrantes da equipe? A seguir, responderemos essas e outras perguntas sobre o tema. Boa leitura!

O que é ergonomia?

Como mencionado no início de nossa conversa, ergonomia é o nome dado ao estudo de relações entre o homem e o seu meio de trabalho. O principal objetivo dessa relação é fazer com que os ofícios não causem, progressivamente, danos à saúde dos funcionários de determinado setor.

De modo geral, a ergonomia se refere aos mais diversos tipos de trabalho. Um jornalista, por exemplo, passa muito tempo digitando em um computador. Um metalúrgico, por sua vez, faz uma série de movimentos repetitivos na operação de máquinas e outras funções. Já o ato de escrever em uma lousa, realizado por professores, também pode causar lesões.

Além disso, há outros fatores que devem ser levados em consideração na ergonomia, como os ruídos ou os odores excessivos e até mesmo a alimentação dos funcionários de uma empresa. Todos esses pontos são fundamentais para evitar a ocorrência de doenças ocupacionais e garantir o bem-estar da equipe.

Qual é a importância da ergonomia no ambiente de trabalho?

O principal objetivo dessa otimização do espaço é garantir a integridade física e mental dos colaboradores de uma empresa. Em outras palavras, ela existe para assegurar que algumas normas sejam seguidas e, que com isso, haja redução de doenças causadas pelas rotinas de trabalho.

Muitos fatores, como vimos no tópico anterior, podem contribuir para a ocorrência desses problemas de saúde. Portanto, o ambiente da organização deve ser construído e pensado para evitar esse tipo de situação.

Medidas ergonômicas devem ser tomadas para tanto, tanto na infraestrutura do espaço quanto na própria lógica do trabalho. Isso pode incluir jornadas reduzidas de trabalho, pausas periódicas e muitas outras atitudes.

Quais são os benefícios desse cuidado para os colaboradores e a empresa?

A ergonomia não pode, de modo algum, ser vista pelos gestores como um gasto de dinheiro. Ela é, na verdade, um grande investimento em longo prazo, já que lida diretamente com a saúde do maior bem de qualquer negócio: os funcionários. A seguir, veja alguns dos principais benefícios dessa prática para todos os envolvidos:

Powered by Rock Convert
  • cumprimento de normas e leis específicas e, portanto, menos problemas jurídicos;
  • valorização dos profissionais;
  • retenção de talentos;
  • maior produtividade geral e engajamento dos funcionários;
  • promoção do nome da empresa perante os clientes;
  • redução do absenteísmo;
  • prevenção de doenças;
  • melhoria do clima organizacional;
  • aumento da qualidade dos serviços.

Assim, podemos observar que investir em análises ergonômicas e na implementação de tais conceitos beneficia não só os funcionários, mas a empresa como um todo!

Como incentivar os cuidados com a saúde na equipe?

Estimular os cuidados da saúde na equipe pode parecer algo bastante complicado, não é mesmo? No entanto, com algumas medidas simples, é possível fazer com que todos se cuidem muito mais e melhor. Confira, a seguir, algumas alternativas viáveis e facilmente implementáveis:

  • invista em palestras e outras medidas informacionais;
  • forneça os equipamentos de proteção individuais (EPIs) necessários e vistorie o seu uso;
  • cuide da alimentação da equipe;
  • forneça um bom plano de saúde;
  • implemente a ginástica laboral na empresa;
  • crie jornadas de trabalho mais justas e focadas no bem-estar dos funcionários;
  • permita pausas regulares durante o horário de trabalho.

Com medidas como essas, é possível fazer com que seus funcionários se cuidem mais e, pouco a pouco, passem a ser uma equipe mais saudável, feliz e produtiva!

Quais são os impactos causados pela falta de ergonomia no trabalho?

Um espaço empresarial pouco ergonômico gera muitos prejuízos para a saúde dos funcionários. Além de reduzir a qualidade de vida da equipe, isso contribui negativamente para a produtividade da organização, que é reduzida consideravelmente, já que seus colaboradores não se sentem bem para trabalhar.

Algumas das doenças do trabalhador mais comuns são:

  • lesões por esforço repetitivo;
  • distúrbios oftalmológicos;
  • cáries e outros problemas bucais;
  • doenças respiratórias;
  • alterações cutâneas;
  • redução ou perda da capacidade auditiva.

Todos esses quadros podem, direta ou indiretamente, reduzir a produtividade de uma empresa e fazer com que os funcionários passem a faltar ou produzir com uma qualidade inferior. Pouco a pouco, a falta de cuidados com os colaboradores pode não só gerar problemas com a justiça, mas também fazer com que os clientes passem a migrar para outros serviços.

Como um plano de saúde pode colaborar nesse cenário?

Anteriormente, mencionamos o oferecimento de um plano de saúde como medida para cuidar da saúde de uma equipe, está lembrado? Agora, vamos abordar esse assunto de maneira mais direta, já que ele é um ponto extremamente importante para os cuidados com os funcionários.

Um convênio é o primeiro passo para que os colaboradores se cuidem melhor. Afinal, esse serviço facilita o atendimento médico e odontológico, com a existência de uma rede conveniada específica e que conta com profissionais altamente qualificados.

Em outras palavras, podemos afirmar que a praticidade de ter uma lista e locais fixos para atendimento de saúde é algo que incentiva as consultas periódicas e os cuidados preventivos com a saúde. Assim, as faltas são reduzidas, a produtividade aumenta e a satisfação dos funcionários com a organização se torna muito mais elevada.

Como podemos observar, a ergonomia é extremamente importante para a saúde e o bem-estar dos colaboradores de uma empresa. Por isso, investir em estratégias e no incentivo dos cuidados com a saúde da equipe faz com que a produtividade e a qualidade de vida dos profissionais sejam potencializadas de modo bastante efetivo!

Gostou deste artigo? Acredita que ele seria útil para outras pessoas? Então, não deixe de compartilhá-lo em suas redes sociais! Dessa forma, mais colaboradores serão beneficiados com o conhecimento de seus líderes acerca da ergonomia e de seus benefícios. Até a próxima

Powered by Rock Convert

Escreva um comentário

Share This