Ergonomia no home office: 8 dicas para replicar com seus funcionários

6 minutos para ler
Novos cenários causados pela COVID-19: quais os impactos para as empresas?Powered by Rock Convert

Você já ouviu falar sobre doenças ocupacionais? Essas enfermidades são geradas por conta do ofício de um colaborador. Pessoas que lidam com o computador, por exemplo, podem desenvolver problemas nos tendões das mãos. Os que carregam muito peso, por sua vez, têm forte predisposição ao desenvolvimento de alterações na coluna, e assim por diante.

No entanto, todas essas questões podem ser prevenidas com o auxílio de algumas estratégias. A primeira delas é o uso de EPIs (equipamentos de proteção individual), fundamentais para evitar acidentes no ambiente laboral. A outra é a inserção do conceito de ergonomia, algo que é válido até mesmo para o trabalho remoto.

Gostaria de saber mais sobre a ergonomia no home office? Continue a leitura e conheça algumas dicas bem eficientes para prevenir problemas de saúde e desconfortos generalizados, que podem ter um impacto negativo na qualidade de vida dos colaboradores. Vamos lá!

1. Invista em conforto

O primeiro grande passo para garantir a ergonomia dos colaboradores é incentivá-los a fazer um investimento em conforto. Claro, é possível trabalhar na mesa de jantar. No entanto, a longo prazo, esse tipo de hábito pode trazer uma série de consequências indesejáveis, como dores e desconforto.

Por isso, o ideal é caprichar, comprando uma cadeira confortável e uma mesa que atenda às especificidades da altura daquele que for utilizá-la. É importante ter em mente que esse será o ambiente de trabalho daquele colaborador por muito tempo. Por isso, deve garantir conforto e bem-estar ao usuário.

2. Tenha apoio para as costas, cotovelos e pescoço

Todas as estruturas presentes nessas regiões podem ser lesionadas pela postura inadequada. Sendo assim, é essencial que, para a segurança do colaborador, ele as mantenha devidamente apoiadas.

Para isso, a cadeira precisa estar em uma altura adequada e, de preferência, ser regulável. O pescoço também se beneficiará caso ela conte com um apoio específico para essa área. Para os cotovelos, prefira sempre cadeiras com “braços”.

3. Cuide da postura

A postura inadequada é uma das principais responsáveis pelo surgimento de dores. Ainda que elas sejam mais comumente encontradas na região da coluna cervical, é possível sentir desconforto em qualquer área do corpo, incluindo o pescoço e as pernas.

Por isso, o indicado é evitar deixar o pescoço inclinado para a frente. Mantenha a tela em uma proximidade confortável para a sua visão, que evite a necessidade de jogar o corpo em sua direção para discernir o que está escrito. Além disso, apoie bem as costas e mantenha os pés em uma superfície, evitando o posicionamento errado da cervical.

4. Apoie os antebraços

Os antebraços também merecem uma atenção especial quando o assunto é a ergonomia dos colaboradores. Aqueles que passam muito tempo digitando na frente de um computador podem sentir dores fortes na região dos pulsos e do início dos braços. A causa é, muitas vezes, a tendinite.

Powered by Rock Convert

Para evitar esse tipo de situação, há apoios específicos que são colocados na frente do teclado, impedindo que o pulso “desça”, o que pode gerar a lesão. Com esse ajuste, os braços ficam sempre em uma posição neutra, evitando a sobrecarga de algumas regiões, como os tendões, e prevenindo a inflamação crônica do local.

5. Mantenha os olhos na tela

Outro erro comumente cometido por aqueles que trabalham com computadores é não deixar o monitor (ou a tela) direcionada na altura dos olhos. Elevar ou abaixar a cabeça para enxergá-la pode fazer com que ocorra uma sobrecarga desnecessária em certas áreas do pescoço.

Por isso, adquira uma cadeira que permita o posicionamento neutro da cervical. No caso de notebooks, o uso de suportes pode ajudar a elevar a tela à altura exata. Há diversos deles disponíveis no comércio, mas também é possível improvisar com outros objetos que o colaborador tenha em sua residência, como caixas e livros.

6. Deixe o ambiente confortável

A ergonomia trata, em grande parte, das questões referentes à postura e ao posicionamento corporal na hora de trabalhar. No entanto, isso não é tudo. Para um ambiente realmente confortável e nada prejudicial no home office, é preciso tomar alguns outros cuidados.

O conforto visual (com luzes que não causem dores de cabeça ou qualquer tipo de desconforto) e sonoro (com um local silencioso e tranquilo) também é essencial para que o trabalho flua melhor, com muito mais produtividade. Fique de olho!

7. Faça pausas periódicas

Agora falaremos sobre mais um erro frequente em quem trabalha no home office: a sobrecarga laboral. Mesmo em casa, é preciso ter horários bem definidos e, dentro desse período, investir em pausas frequentes, para evitar problemas de saúde e relaxar mente.

Essas pequenas paradas para esticar o corpo e caminhar pela casa — além de se alimentar, cuidar da higiene e dar um descanso para os olhos — são um dos segredos para um dia sem procrastinação. Cansar o cérebro e o corpo é ir na direção oposta à produtividade!

8. Pratique exercícios físicos

Por fim, a nossa última dica para que a ergonomia no home office seja realmente eficiente é: incentive a prática de exercícios físicos em sua empresa. A ginástica laboral — composta, basicamente, por alongamentos e atividades básicas de fortalecimento — é algo que pode ser feito isoladamente por colaboradores remotos.

Além disso, a prática de musculação, dança, caminhadas e outras atividades também pode ser muito benéfica. O que vale, aqui, é se mover. Evitar o sedentarismo é essencial para a prevenção de problemas articulares, cardiovasculares e emocionais.

Gostou de conhecer mais sobre a questão da ergonomia no home office? Trabalhar de casa não é uma desculpa para descuidar da própria saúde! Por isso, é fundamental que a empresa incentive seus colaboradores a ter uma atenção especial à postura e aos temas tratados ao longo de nossa conversa.

Os cuidados no home office são fundamentais para deixar os funcionários saudáveis e satisfeitos. Para ler mais dicas para o dia a dia no trabalho, confira o nosso post sobre como melhorar o clima organizacional na empresa e coloque mais algumas ideias em prática!

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário