Dente quebrado? Descubra o que você deve fazer!

6 minutos para ler

Um sorriso perfeito é um ótimo cartão de visitas, não é mesmo? Mas se uma queda ou uma colisão resultam em dente quebrado, comprometendo tanto a saúde quanto a estética bucal, o que fazer?

Como o dente é uma estrutura de interior delicado, requer certos cuidados para que possa ser restaurado com sucesso.

É importante, assim, saber quais são os primeiros socorros para casos de queda ou fratura. Então, continue a leitura deste post, pois explicaremos como agir no caso de dente quebrado até que você chegue a um consultório.

O que pode levar um dente a quebrar?

São várias as condições que levam um dente a quebrar ou, até mesmo, a cair inteiro. Os motivos mais comuns são os traumas causados por colisões ou quedas, como em esportes em grupo, lutas, ciclismo e corrida, ou em acidentes de trânsito. Entretanto, na prática, até um alimento duro pode trincar ou fraturar um dente.

Quais são os graus de fratura dentária?

A classificação do tipo de fratura é feita ao analisar bem o caso. Elas podem acontecer apenas na superfície, no esmalte, na coroa do dente, na polpa e, até mesmo, no osso. O tratamento indicado varia de acordo com a gravidade da lesão. Veja, a seguir, os principais graus de fratura dentária.

Pequeno

Fraturas pequenas geralmente ocorrem apenas no esmalte do dente. É bem comum acontecer a trinca do esmalte dentário. Nesse caso, o dentista deverá regularizar qualquer ponta que o dente tenha, aplicar ionômero de vidro ou restaurar com resina.

Caso ache o fragmento, colocar em soro ou ainda em na boca (com saliva) e levar ao consultório em até 24 horas, pode ser colado. É importante que haja a avaliação mensal nos primeiros seis meses.

Médio

Nas fraturas médias ocorrem uma lesão não só de esmalte mas também de dentina.

Nessa fratura, já exige uma maior reabilitação, até mesmo tratamento de canal, o dente pode também ser acompanhado de mobilidade, pode ocorrer também fratura radicular, o que nesse caso perda do elemento dentário.

Grande

As grandes fraturas fazem com que o dente tenha uma mobilidade muito grande e são perigosas, pois podem levar até a perda do dente. Um exemplo é a fratura alveolar no osso de sustentação da coroa.

Nesse caso, é necessário reduzir a fratura óssea, limpar a área com soro, realizar o alívio oclusal e prender o dente em seus vizinhos.

É melhor correr para o dentista ou para um hospital?

Havendo sangramento, coloque uma gaze com gelo no local do dente atingido. Isso fará o sangue estancar para que você se desloque até o seu dentista ou até a emergência odontológica de maneira mais tranquila.

E não se engane: mesmo que a lesão seja pequena e não haja sangramento, é importante ir ao dentista de imediato para avaliação e acompanhamento. Afinal de contas, qualquer lacuna pode funcionar como porta de entrada para bactérias causadoras de infecções, levando à perda do dente.

Powered by Rock Convert

Especialmente se o sangramento for intenso e contínuo ou se o grau do trauma tiver sido maior, procure ajuda médica imediatamente, direcionando-se ao pronto-socorro por risco de hemorragia e complicações.

O que não fazer ao quebrar um dente?

Essa é uma ótima pergunta, já que, no desespero da situação ou por falta de informação, muitas pessoas acabam tomando medidas erradas e, consequentemente, comprometendo não só o dente como toda a saúde bucal. A seguir, veja algumas dicas do que não se deve fazer quando um dente quebrar ou cair:

  • não use panos, escovas ou outros utensílios para fazer a limpeza da parte que caiu;
  • não use produtos de limpeza ou água oxigenada sobre o dente ou parte dele;
  • não adie a procura do tratamento adequado;
  • não tente colar a parte quebrada por conta própria, pois isso traz riscos à sua saúde e dificulta o trabalho do dentista.

Achou que essas dicas parecem óbvias demais? Pois, acredite: tudo isso acontece com mais frequência do que você pode imaginar.

Quais são os procedimentos odontológicos necessários?

Mesmo com todos os tratamentos modernos capazes de amenizar desconfortos nos procedimentos odontológicos, ainda é comum que as pessoas tenham medo de ir ao dentista.

Por essas e outras, muitas deixam de restaurar dentes quebrados, gerando prejuízos à sua saúde bucal.

Que consequências são geradas caso o dente quebrado não seja tratado?

Como qualquer fratura, a negligência pode trazer problemas futuros para a saúde da pessoa. As principais incluem infecções, escurecimento do dente, dores, desconforto e até problemas na autoestima.

Escurecimento dentário

O escurecimento pode ocorrer de forma natural com o desgaste do esmalte. Entretanto, fraturas que retirem essa proteção provocam o escurecimento dos dentes. Outra causa comum é a necrose da polpa dentária — parte que dá vida aos dentes. Nesse caso, a sua perda é perigosa, apesar de improvável caso o tratamento seja iniciado.

Problemas na autoestima

Um dente quebrado também afeta de maneira direta a autoestima, principalmente se for nos dentes mais visíveis, como os incisivos. A pessoa costuma sentir vergonha de rir ou, até mesmo, de abrir a boca, com medo de que os outros notem as lesões.

Dor e desconforto

Existem, ainda, as dores e os desconfortos que podem ou não estar ligadas a uma infecção. Dependendo do grau da lesão, é comum iniciar uma sensibilidade do dente, pois os nervos não estarão bem protegidos pelo esmalte, assim como se torna um incômodo mastigar com o lado da boca lesionada.

Infecções

Infecções podem surgir porque os tecidos lesados apresentam fissuras e rupturas que são colonizados por bactérias. Assim, elas ficam em constante contato com a boca, um local propício ao aparecimento de bactérias pelo consumo diário de alimentos.

Essas infecções causam mau cheiro, que é outro agravante em relação à perda de autoestima. Tudo isso se torna um grande risco, pois a infecção pode chegar até os vasos sanguíneos e se espalhar para outros lugares do corpo, causando endocardite — uma inflamação na membrana que reveste a parede interna do coração.

Sem dúvida, ter um dente quebrado é muito inconveniente. Além de dores e incômodos, tem a parte estética e de autoestima. Mas é possível contar com a ajuda e o tratamento do seu dentista para resolver a questão. Sabendo disso, guarde bem as nossas dicas! Afinal, nunca se sabe quando uma situação dessas pode acontecer.

Gostou deste post? Então, compartilhe-o em suas redes sociais para que seus amigos também saibam o que fazer, caso algum de seus dentes quebre.

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário