Dente escuro: conheça os principais motivos e possíveis tratamentos

9 minutos para ler

Se o sorriso é considerado o nosso melhor cartão de visitas, é claro que cuidar da saúde bucal é fundamental para manter a autoestima elevada e transmitir uma boa imagem, certo? Mas, para isso, algumas pessoas têm que lidar com um empecilho: o dente escuro. Você já passou ou está passando por esse inconveniente?

Ter um dente preto pode ser um grande problema para a autoestima de qualquer pessoa. Por isso, conhecer bem as causas dessa condição e os métodos utilizados para resolvê-la é muito importante.

Existem vários fatores que podem levar ao escurecimento dos dentes. Para solucionar cada um deles, há procedimentos específicos que precisam ser realizados. Neste artigo, vamos mostrar quais são as principais causas e tratamentos recomendados pelos dentistas para resolver o problema. Acompanhe!

Como se descobre o que causou o dente preto?

Para que a identificação da origem dos dentes escuros seja feita de forma acertada, é preciso consultar um bom dentista. Inicialmente, ele efetuará uma ampla anamnese, com uma série de perguntas para identificar uma possível causa.

De forma complementar, o profissional realizará uma avaliação clínica — que, muitas vezes, é suficiente para constatar o que deu início ao problema. Isso é feito a partir da análise do tom de escurecimento, capaz de determinar o porquê de a cor dos seus dentes estar diferente.

Em casos de maior complexidade, pode ser necessário fazer alguns exames de imagem, como o radiográfico, para uma investigação mais profunda.

Quais são as principais causas para o surgimento de um dente escuro?

Dito isso, fica a dúvida: quais são as principais causas para esse problema aparecer em nosso sorriso? Bom, não há um motivo único. Muitas vezes, essa ocorrência pode ser originada a partir de uma alteração do próprio organismo. Em outras, ela é causada, por exemplo, por coisas que ingerimos em nosso dia a dia.

A seguir, abordaremos as principais razões detectadas pelos dentistas em seus diagnósticos. Assim, você poderá saber quais são as possibilidades e, talvez, chegar à sua consulta com uma ideia para auxiliar no diagnóstico. Confira!

Escurecimento natural

A primeira causa a ser pontuada é um processo natural na vida das pessoas: a ação do tempo. Conforme envelhecemos, é normal que os dentes comecem a ficar mais escuros. Mas o fato de ser algo comum não significa que a mudança da coloração não deva ser analisada por um dentista ou que não seja possível resolver o quadro.

Outro ponto importante é que, muitas vezes, o escurecimento causado pelo tempo ocorre de forma progressiva e não tão dramática. Ou seja, dificilmente um dente ficará completamente preto de um dia para o outro quando a razão é a chegada da idade.

Ocorrência de traumas

Ao sofrer um trauma facial, mesmo que os dentes não se quebrem, eles podem ficar escuros. Esse é um processo natural do organismo, que pode acontecer por uma série de razões. E, no cotidiano, são várias as circunstâncias que podem levar a esse tipo de ocorrido.

Quando se trata de crianças, são frequentes as situações em que caem e batem o rosto. No caso dos adultos, os acidentes podem envolver uma colisão de carro, um tropeço ou uma queda ao praticar esportes, por exemplo.

Uso de alguns tipos de medicamento

Você deve ter ouvido falar em medicamentos que escurecem os dentes, em especial entre as pessoas mais velhas. Há muitos anos, a tetraciclina era um tipo de antibiótico recorrentemente receitado às crianças. Contudo, ao utilizá-lo, grande parte delas acabava ficando com a dentição toda manchada.

Isso acontecia porque a substância aderia à dentina, provocando o escurecimento e até o enfraquecimento dos dentes. Com o tempo, no entanto, esse efeito foi detectado, e os pediatras passaram a substituir o antibiótico por outros medicamentos que não afetavam a saúde e a estética bucal.

Formação de tártaro

Se, mesmo após fazer a higienização dos seus dentes, ainda perceber que há uma camada mais escura, principalmente na base da dentição, você pode ter tártaro. Também conhecido como cálculo dental, o tártaro consiste no acúmulo de bactérias que formam uma placa endurecida em tons de marrom ou amarelo — e que só pode ser retirada em procedimentos realizados no consultório odontológico.

O tártaro, além da mudança na coloração dentária, é a origem para uma série de problemas muito sérios. Dentre eles, podemos citar o surgimento da doença periodontal, que pode levar à perda dos dentes.

Problemas no tratamento de canal

O dente pode ficar escuro após a realização de um tratamento endodôntico — o popular tratamento de canal. Apesar de ser um procedimento muito comum o escurecimento pode ocorrer pela ausência de vitalidade pulpar.

Por isso, é sempre importante tirar as suas dúvidas sobre esse tipo de procedimento com o dentista de confiança e verificar quais são os riscos e possíveis resoluções para uma consequência como essa.

Powered by Rock Convert

Ingestão de certas bebidas

Agora, falaremos sobre as causas para o dente preto que têm relação com os nossos hábitos. O primeiro deles diz respeito àquilo que ingerimos em forma de bebida, que pode, pouco a pouco, gerar uma hiperpigmentação na região dentária.

Bons exemplos são o café, os refrigerantes à base de cola e até mesmo o vinho. Qualquer bebida mais pigmentada pode fazer com que, progressivamente, os dentes se tornem cada vez menos claros.

Consumo de alguns alimentos

Assim como as bebidas, certas comidas também podem ser responsáveis por isso, ainda que em menor frequência. Novamente, nos referimos aos ingredientes bem pigmentados, como o chocolate, o açaí, a beterraba e a amora.

Você, é claro, não precisa deixar de consumi-los para ter dentes sempre claros e saudáveis. Basta investir em uma boa higienização bucal, com escovações que aconteçam cerca de 20 minutos após a ingestão desses alimentos.

Hábito de fumar

Por fim, outro hábito muito famoso por pigmentar os dentes e causar uma série de danos às suas estruturas é o tabagismo. O cigarro contém substâncias conhecidas por causar esse escurecimento.

Além disso, é claro, o consumo de tabaco é responsável por uma série de outros malefícios para a saúde. Por isso, converse com o seu dentista e seu médico para buscar alternativas para garantir a sua saúde e superar esse vício!

Quais são os tratamentos mais frequentes para dentes escuros?

Se você apresenta escurecimento dos dentes por qualquer uma das razões que mencionamos até agora, será preciso passar por uma avaliação com o dentista para determinar o tratamento mais adequado com base em seu caso.

Veja, abaixo, algumas opções de procedimento.

Limpeza profissional

Se o tártaro for o causador do dente escuro, o dentista poderá retirá-lo fazendo a raspagem no consultório. Os casos de tártaro subgengival, com acúmulo das placas na porção abaixo da gengiva, exigem que o profissional utilize a cureta — instrumento cirúrgico adequado para esse tipo de limpeza.

Para tratar o acúmulo de placas bacterianas supragengivais, que ficam situadas na parte aparente do dente, o procedimento é mais simples e demanda apenas o uso de extratores manuais. Vale destacar, ainda, que, para prevenção do tártaro, em ambos os casos, é necessário realizar uma escovação cuidadosa pelo menos duas vezes ao dia e o usar o fio dental diariamente.

Clareamento

Algumas técnicas de clareamento dental, também realizadas por um profissional, podem ser úteis para os dentes escurecidos. Dependendo do caso, o tratamento deverá ser feito em mais de uma consulta, clareando aos poucos o tom acinzentado dos dentes até chegar à cor mais próxima do natural possível.

Porém, se o motivo for um trauma mais grave, talvez o dente volte a ficar escuro após um certo período. Novamente, a recomendação é sempre tirar as dúvidas sobre o seu caso com o dentista responsável pelo acompanhamento.

Aplicação de facetas

Outra solução que recomendada pelos dentistas é a aplicação da faceta em resina. Entre as principais vantagens desse procedimento, está o custo, que é bem mais baixo em relação a outros materiais — como a porcelana.

Mais um benefício é a aplicação rápida, podendo ser feita em apenas uma visita ao consultório. Por fim, tem-se, ainda, que o material é facilmente adaptável à forma e à cor natural dos seus dentes.

Lentes de contato dentárias

Além das facetas, temos as lentes de contato, que podem ser uma boa alternativa para quem apresenta o escurecimento da região dentária.

As lentes são pequenas capas, superfinas, que são mais comumente indicadas para a padronização do sorriso, ou seja: melhoramento de ângulo, adaptações no tamanho dos dentes, entre outros. No entanto, em alguns casos, elas também podem ser indicadas para melhorar a sua coloração.

Como pôde ver, há muitas situações que podem levá-lo a se deparar com um dente escuro em sua boca. Caso enfrente esse problema, é importante procurar um dentista para fazer uma avaliação completa. O profissional terá mais condições de descobrir as origens e encontrar as melhores alternativas de tratamento para o seu quadro.

O que achou do nosso artigo? Esperamos ter esclarecido todas as suas dúvidas sobre dente preto. Agora, que tal ampliar ainda mais o conhecimento adquirido com a leitura? Siga-nos nas redes sociais para ficar por dentro de todas as novidades e conferir mais dicas! Estamos no Facebook, LinkedIn e YouTube!

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário