Descubra agora como é possível crescer na crise

7 minutos para ler
Novos cenários causados pela COVID-19: quais os impactos para as empresas?Powered by Rock Convert

Nenhuma empresa está livre de passar por um momento de grande turbulência, principalmente quando ela acontece de uma forma global. Esse é um grande desafio para qualquer gestor, e, nessas horas, é preciso adotar novas estratégias e encarar o momento como uma oportunidade para crescer na crise.

É verdade que muitas empresas não conseguem passar por essas baixas do mercado, porém, algumas adequações nos processos e políticas contribuem para minimizar o impacto das crises, manter o negócio sólido e promover o seu crescimento.

Como as dúvidas são comuns nesses momentos, preparamos este artigo para mostrar quais são as maiores dificuldades das empresas durante a crise, o que pode ser feito para manter o crescimento e quais são os gastos que você não deve cortar para não prejudicar o seu negócio. Continue lendo!

Principais desafios de crescer durante a crise

As habilidades do gestor são testadas nos momentos de crise, quando é preciso se adequar para manter a empresa no mercado e garantir que ela continue se expandindo. Não podemos negar que diversos desafios precisam ser enfrentados, como os que listamos a seguir.

Insegurança

Ver diversas empresas fechando as portas por causa da crise causa muita insegurança, mas ela deve ser controlada para que se possa tomar decisões precisas e adequar as estratégias. É preciso praticar a inteligência emocional e aguçar a visão inovadora para encontrar novas oportunidades.

Fatores financeiros

Durante uma crise, os custos da empresa continuam os mesmos — e podem, até mesmo, aumentar. Por isso, é bastante comum que diversas portas sejam fechadas em função de dificuldades financeiras, fazendo com que, muitas vezes, os empresários acabem endividados.

Manutenção das atividades

Crescer durante a crise também pode ser difícil para muitas empresas pela impossibilidade de manter suas atividades, algo agravado pela situação de quarentena em função dapandemia de coronavírus. É preciso se reinventar para continuar produzindo de uma maneira adequada às exigências da nova realidade.

Medidas para crescer na crise

Apresentamos apenas alguns dos vários desafios que os empresários encontram para crescer na crise, mesmo porque cada segmento encontra problemas diferentes, bem como cada organização tem as suas particularidades.

Ainda assim você podeampliar seu negócio aproveitando a nova fase para encontrar diferentes oportunidades no mercado e modificar o modo de trabalho da sua empresa. Veja, a seguir, algumas medidas muito eficazes para sobreviver às dificuldades do momento.

Definir um diferencial

Em momentos de crise, mais do que nunca, você precisa fazer as coisas de um modo diferente da concorrência. O público precisa perceber que a sua empresa oferece algo a mais, que não é encontrado em outro lugar. Então, é fundamental estudar o mercado, suas necessidades, exigências e os concorrentes para definir um diferencial.

Adequar as rotinas

Também será necessário adequar as rotinas ao momento. No caso da quarentena, o trabalho emsistema home office mantém a produtividade e minimiza custos operacionais. Outras adequações também precisam ser feitas para que o negócio continue funcionando, como:

Powered by Rock Convert
  • atendimento remoto;
  • vendas pela internet ou telefone;
  • criação de drive-thru;
  • adoção do sistema delivery.

Explorar novos mercados

Talvez também seja hora de traçar novos projetos, a fim de explorar mercados diferentes. Esse é o caso de trabalhar com o sistema delivery ou abrir um e-commerce. Algumas vezes, pode-se pensar até mesmo no desenvolvimento de um novo produto ou serviço ou na adequação a um público diferente, entre outras soluções pertinentes ao seu ramo de atuação.

Fazer parcerias

Principalmente quando as crises atingem diversas empresas, a união entre elas faz toda a diferença. Portanto, você pode firmar novas parcerias para dar suporte e receber apoio, a fim de conquistar mais público, como por meio de descontos especiais para clientes afins ou por indicação.

Renegociar contratos

Procure renegociar contratos tanto com clientes quanto com fornecedores e terceirizados. No primeiro caso, para que você não perca sua clientela; no segundo, para readequar os serviços oferecidos às novas necessidades da empresa e, consequentemente, reajustar valores, preservando as finanças.

Fazer a gestão de clientes

O ideal para crescer na crise é que você consiga atingir mais público. Porém, não se esqueça de preservar os clientes antigos. Para isso, faça a gestão deles trabalhando de forma eficaz o pós-venda. Dê atenção para essas pessoas que já compraram com você e estimule novas compras, como por meio de promoções ou descontos especiais.

Cortar gastos supérfluos

Fazer uma análise interna é outra medida importante durante uma crise; afinal, você precisa conhecer a real situação da sua empresa para decidir quais são as melhores decisões. Reveja todos os gastos e contas para verificar aquilo que pode ser cortado e melhorar o seu caixa para investir no crescimento.

Gastos que não devem ser cortados

Falamos que aredução de custos é uma estratégia importante para crescer na crise. No entanto, você não pode esquecer que esse momento é difícil para a empresa de um modo geral, e isso inclui os colaboradores. Portanto, precisamos levá-los em consideração também.

As incertezas e inseguranças são compartilhadas com a sua equipe; então, o ideal é repensar a organização, mas sem que isso traga prejuízos para os funcionários. Assim, alguns gastos da empresa não podem ser cortados, até porque, na verdade, são investimentos. Veja.

Plano de saúde

Principalmente em meio à pandemia que estamos vivendo, seus colaboradores precisam ter a segurança de poder contar com o atendimento médico. Sendo assim, oplano de saúde não pode ser cortado, pois garante a tranquilidade deles, sua satisfação e engajamento. Afinal, na crise, existe a preocupação de manter um emprego que proporciona benefícios.

Plano odontológico

Oplano odontológico segue o mesmo raciocínio do plano de saúde. Seus colaboradores precisam continuar com a tranquilidade de receber atendimento sempre que necessário. O cuidado com o bem-estar e qualidade de vida deles se reflete em sua motivação para manter a empresa firme no mercado, uma vez que ela os beneficia.

Salário integral

Além do plano odontológico e desaúde da empresa, você não pode cortar o salário integral dos seus funcionários. Por isso, explicamos que este é o momento de se reinventar para manter a produtividade e o volume de vendas. Desse modo, garantirá não apenas os empregos, mas a remuneração justa pelo trabalho do colaborador.

O ideal é ter um planejamento para vencer fases difíceis; afinal, para crescer na crise, você precisa adotar ações estratégicas preocupando-se com o seu negócio e a boa experiência do colaborador, pois ele é uma peça fundamental. Encare a crise como uma oportunidade de mudanças positivas e se planeje para enfrentá-la da melhor forma possível.

Gostou do artigo? Então, acompanhe nossas postagens curtindo nossa página no Facebook, para ter acesso a outras dicas e informações úteis como essas!

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário