Saiba como fazer uma contratação estratégica de funcionários!

6 minutos para ler

O processo de contratação de funcionários é de grande importância para o sucesso da empresa. Por meio dele, o negócio pode atrair profissionais capacitados e, posteriormente, promover a retenção de talentos que efetivamente contribuam para o desempenho organizacional. Por essa razão, é necessário que os gestores conheçam estratégias eficazes para recrutar candidatos e saibam selecionar aqueles capacitados para as funções.

Pensando nisso, reunimos aqui algumas dicas e táticas que ajudarão você a fazer uma contratação de funcionários eficiente. Não deixe de conferir!

O que avaliar ao contratar um funcionário?

Tendo em vista o impacto do processo de contratação no desempenho da empresa, é importante que ele seja bem planejado. Afinal, deve ser selecionado um profissional capaz de atender acertadamente às demandas do negócio e do mercado.

Dessa forma, é indispensável que o gestor analise os objetivos da instituição ao fazer a busca por novos candidatos. Além disso, antes de contratar, é importante que o negócio colete ​dados e informações, junto aos setores financeiro e de RH, sobre as funções a serem preenchidas e a viabilidade da manutenção de um funcionário ativo. ​

Esse trabalho em conjunto é fundamental para avaliar as condições estruturais na seleção de uma nova equipe, pois torna possível projetar cenários na empresa, verificar quais serão os recursos a serem desembolsados e antecipar políticas para a obtenção de resultados.

Quais tipos de processo seletivo podem ser aplicados?

A partir do momento que a empresa percebe a necessidade e a viabilidade da contratação de funcionários, poderá desenvolver diversos tipos de processo seletivo. A opção mais adequada dependerá das necessidades do negócio e das exigências para o recrutamento.

Um dos tipos mais usuais é a entrevista técnica, que consiste na avaliação dos conhecimentos teóricos do colaborador a partir de uma conversa guiada pelo gestor de RH ou por um profissional da área. Muitos estabelecimentos também exigem prova prática ou escrita para o teste seletivo, de modo a analisar com maior critério o nível técnico do candidato.

As instituições ainda podem optar pelas avaliações de competência psicológica, que levem em conta os relacionamentos interpessoais. O ideal, como veremos a seguir, é que, independentemente do método aplicado, o gestor consiga explorar simultaneamente questões psicológicas e técnicas do candidato.

Que táticas usar para fazer a contratação de funcionários?

Para fazer uma contratação de funcionários estratégica e atrair os melhores profissionais do mercado, vale seguir algumas dicas ao longo do processo de recrutamento. Veja!

Crie uma descrição para o cargo

O primeiro passo para uma seleção estratégica de funcionários é criar uma descrição do cargo disponível e, posteriormente, divulgá-la nos meios de comunicação adequados. Isso inclui detalhar as funções que serão desempenhadas e indicar quais são os critérios para a seleção.

Essa medida inicial, apesar de parecer pouco significante, é de extrema importância para filtrar candidatos interessados e atrair para o negócio aqueles que se identificam com as condições exigidas — o que ajuda a manter bons funcionários ativos na empresa.

Elabore entrevistas estruturadas

Outra dica importante para selecionar boas equipes é elaborar previamente a estrutura das entrevistas. Nessa etapa, é necessário que o gestor defina as perguntas e informações a serem abordadas ao longo do processo seletivo com o candidato.

Powered by Rock Convert

Vale lembrar que, nesse sentido, a definição dos critérios avaliativos é fundamental para uma análise completa e igualitária de todos os entrevistados.

Avalie habilidades interpessoais

Uma estratégia importante a ser aplicada é, para além das avaliações técnicas, promover testes que diagnostiquem habilidades comportamentais. Até porque, para se desenvolver, a empresa necessita de profissionais com capacidade teórica, mas que também saibam estabelecer boas relações, trabalhar em equipe e lidar com situações adversas.

Para isso, é interessante aplicar dinâmicas em grupo ou trabalhar com estudos de caso para uma análise mais completa do candidato. Dessa forma, o gestor poderá observar a reação emocional da equipe em processo de seleção e identificar as pessoas que melhor equilibram virtudes subjetivas.

Utilize recursos tecnológicos

Muitas vezes, o processo de recrutamento conta com diversos inscritos, o que dificulta a triagem de candidatos pelo gestor. Isso, por sua vez, afeta a obtenção de resultados positivos pela seleção e a captação de profissionais alinhados ao cargo e com os objetivos da empresa. Nessas circunstâncias, os recursos tecnológicos podem ser grandes facilitadores.

É possível encontrar no mercado diversas ferramentas para agilizar o lançamento de dados e a análise de avaliações de candidatos. Por meio das tecnologias, o gestor poderá cruzar informações e avaliar com maior precisão os interessados na vaga.

Acompanhe o candidato contratado

Ainda que haja cautela na seleção de bons profissionais, a empresa só poderá ter certeza das competências do colaborador no dia a dia de trabalho. Por esse motivo, é importante que os gestores e a equipe acompanhem o desempenho do funcionário na instituição.

Dessa forma, durante o período de experiência, é possível detectar falhas na atuação e reorientar as ações do trabalhador. Uma medida importante é disponibilizar processos de qualificação adequados.

Como proceder após contratar um bom funcionário?

Além de oferecer treinamentos para o aperfeiçoamento do trabalho do colaborador, é importante que a empresa implemente políticas de retenção de talentos. Afinal, não basta contratar bons funcionários, é preciso mantê-los engajados no negócio e no desempenho da instituição.

Caso contrário, o profissional poderá buscar outras oportunidades no mercado e deixar de contribuir para os resultados da organização. Nesse sentido, a valorização ao trabalho da equipe é um fator fundamental para a permanência dos talentos.

Isso pode ser colocado em prática, por exemplo, por meio de programas de incentivo ao desenvolvimento técnico. Ainda poderão ser oferecidos benefícios no trabalho que agreguem valor ao salário, como plano de saúde, odontológico e auxílios de segurança financeira.

Como você pôde ver, o processo de contratação de funcionários exige grande empenho por parte da empresa, uma vez que constitui uma atividade fundamental para a captação de bons profissionais.

A elaboração de procedimentos de seleção estratégicos, no entanto, é apenas um dos elementos importantes para o sucesso da empresa. Para além da busca por bons trabalhadores, é preciso pensar na manutenção de equipes produtivas, apostando em incentivos e qualidade de vida no trabalho.

Gostou do conteúdo? Que tal aproveitar para descobrir mais sobre Segurança no Trabalho? Baixe nosso e-book e saiba mais sobre o assunto!

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário