Muitas pessoas não têm o costume de ir com frequência à consulta ao dentista. Em vez de adotar esse hábito enquanto uma forma de prevenção para os problemas odontológicos, é comum perceber a busca por um profissional apenas quando se manifestam sintomas.

No entanto, como já diz o ditado, é muito melhor prevenir do que remediar. Sendo assim, as visitas frequentes ao dentista são importantes para que a saúde bucal esteja equilibrada e não seja necessário fazer intervenções mais complexas.

Preparamos este artigo com o intuito de explicar melhor a importância de ir às consultas ao dentista e o que é feito no consultório. Além disso, trazemos algumas dicas de como proceder corretamente com os cuidados em casa. Acompanhe e veja como cuidar do seu sorriso.

A frequência ideal da consulta ao dentista

Uma das melhores formas de cuidar da saúde, tanto orgânica quanto bucal, é prevenindo os problemas que poderiam se manifestar. Sendo assim, ir à consulta ao dentista deveria ser um hábito preventivo, e não apenas para buscar tratamento.

No entanto, na maioria das vezes, o que acontece é a segunda situação. As pessoas esperam que os sintomas se manifestem para então consultar um especialista. Devido a isso, os problemas se agravam, sendo necessário realizar procedimentos mais complexos, que podem ser demorados e desagradáveis para o paciente.

A consulta ao dentista, em caráter preventivo, tem a intenção de complementar os cuidados em casa, identificar problemas ainda no começo e realizar intervenções, como a profilaxia, que evitarão as doenças bucais.

Assim, a frequência mais adequada para comparecer a elas é a cada seis meses. Ou seja, duas vezes por ano é indicado visitar o dentista para que ele possa examinar seus dentes e boca, ajudando a manter o equilíbrio da saúde bucal e uma bela aparência para o sorriso.

O procedimento nessas consultas costuma seguir um padrão para que o profissional possa investigar as condições do paciente. Ele analisa os dentes e a boca e faz a limpeza de consultório.

A análise dos dentes e da boca

Esse é um procedimento muito simples onde o profissional observa todos os dentes, a língua, garganta, gengivas, bochechas e outras estruturas bucais. O intuito é identificar possíveis sintomas de problemas e condições que exijam tratamento, como uma cárie ou inflamações.

A limpeza de consultório

Chamada de profilaxia, esse procedimento consiste na utilização de instrumentos e equipamentos para fazer uma limpeza mais profunda nos dentes. É realizada a retirada do tártaro (tartarectomia), os dentes são polidos e recebem flúor.

A limpeza é fundamental porque, durante o procedimento, o dentista remove resíduos de alimentos que se depositam em locais onde nem a escova nem o fio dental conseguem chegar. Com esse tipo de limpeza, evitamos complicações mais severas, como a gengivite e a periodontite.

Quando o dentista identifica um problema, ele realiza outras intervenções específicas de acordo com a necessidade do paciente. Porém, quando o indivíduo faz a higiene em casa adequadamente e não falta à consulta a cada seis meses, dificilmente alguma doença se instala.

Além de tudo isso, na consulta ao dentista, o profissional também faz orientações e recomendações para que seu paciente possa cuidar ainda melhor dos dentes em casa. Ele indica produtos e ensina como usá-los corretamente para aproveitar ao máximo seus benefícios.

Os cuidados com os dentes em casa

É importante lembrar que não adianta ir à consulta ao dentista a cada seis meses e esperar que apenas isso seja suficiente para evitar problemas bucais. Na verdade, essas visitas complementam os cuidados em casa, e não o contrário.

Minutos depois de nos alimentarmos, a placa bacteriana já começa a se formar e precisa ser removida, porque são as bactérias contidas nela que causam problemas para nossos dentes. Por isso, se não procedermos com a higiene corretamente, estamos expostos às doenças bucais.

Os cuidados em casa não são complexos, apenas exigem um pouco de comprometimento e dedicação diários. Para que você proceda corretamente, confira nossas dicas a seguir.

Use uma boa escova de dentes

Existem diferentes tipos de escova de dente, mas as mais recomendadas são aquelas com cerdas extramacias. Elas limpam delicadamente sem ferir as gengivas nem agredir o esmalte dentário, minimizando o atrito durante a escovação.

Em casos específicos, pode ser necessário usar outros tipos de escova, como aquelas com cerdas duras para dentes sensíveis ou as ortodônticas. Então, converse com seu dentista e peça para ele indicar a melhor escova para o seu caso. Lembrando que a escovação deve ser feita pelo menos duas vezes ao dia, sendo ideal após cada refeição.

Passe o fio dental

Pelo menos uma vez por dia é fundamental passar o fio dental. Isso porque a escova não consegue remover os resíduos de alimentos que ficam presos entre os dentes e abaixo das bordas da gengiva. Se eles não forem eliminados, as bactérias vão se proliferar do mesmo jeito.

Beba bastante água

Essa recomendação, além de fazer bem para sua saúde orgânica, também ajuda a proteger os seus dentes e complementar os procedimentos da consulta ao dentista. Isso porque, ao manter o organismo hidratado, estabilizamos a produção de saliva.

Ela precisa manter sua alcalinidade para evitar alterações no pH da boca, pois, se estiver ácida, as bactérias se proliferam e surgem problemas como mau hálito, cárie e desgaste do esmalte. Além disso, a saliva também promove uma limpeza natural para os dentes, sendo essencial manter a sua qualidade e fluxo adequados.

Tenha um plano odontológico

O plano odontológico facilita as consultas ao dentista porque permite encontrar um bom profissional, agendar horários, fazer exames, entre outros, sem muita pesquisa. Ao contratá-lo, você tem acesso a diversos especialistas da odontologia e conta com mais flexibilidade de horário. Assim, consegue cuidar melhor dos dentes sem encontrar empecilhos para isso.

Para não se esquecer de ir à consulta ao dentista, marque em sua agenda ou programe essas visitas para meses específicos, como janeiro e julho. Assim, você cria uma rotina e fica mais fácil controlar os retornos. Também lembre-se de cuidar bem dos dentes em casa e contar com um plano odontológico para receber um atendimento completo e com qualidade.

Quando foi sua última consulta? Já está na hora de voltar ao dentista? Entre em contato conosco para lhe ajudarmos a cuidar bem dos dentes e ter um belo sorriso sempre!

Escreva um comentário

Share This