A recente queda das temperaturas liga o alerta para a chegada das doenças mais comuns associadas ao inverno. De fato, a chegada do frio costuma aumentar a incidência de problemas respiratórios, como a sinusite e a asma, e gripes. Portanto, conhecer suas causas e adotar medidas para preveni-las é fundamental.

Conheça as doenças mais comuns desta época.

Doença Causas Principais sintomas
Asma Inflamação e obstrução das vias aéreas Falta de ar, respiração ofegante e tosse.
Bronquite Muito confundida com a asma, decorre da inflamação dos brônquios. Falta de ar, febre e tosse com presença de muco.
Bronquiolite Inchaço e acúmulo de muco nos bronquíolos em crianças com até dois anos. Cianose (pele azulada), dificuldade para respirar e tosse.
Rinite Inflamação do nariz e estruturas adjacentes como reação a substâncias alergênicas Irritação no nariz, boca, olhos e garganta, podendo levar a congestão nasal e tosse.
Sinusite Inflamação dos seios da face causados por diversos agentes infecciosos. Obstrução nasal associada a sintomas como pressão ou dor facial e redução do olfato.
Gripes Diferentes vírus causam doenças como a gripe comum e a gripe H1N1. Podendo variar de acordo com o tipo de gripe, os sintomas mais comuns são: febre, fraqueza, dor de cabeça e no corpo, tosse e dor de garganta.

 

Importante: se você apresentar alguns destes sintomas, procure um médico. Caso tenha dúvidas sobre a especialidade médica, consulte-se com um clínico geral. Ele indicará o tratamento adequado.

Porque a ocorrência destas doenças aumenta no inverno?

Nesta época, diversos fatores se combinam:

Powered by Rock Convert
  • Aumento do frio (que causa irritação nas vias aéreas de algumas pessoas).
  • Redução da umidade relativa do ar.
  • Ocorrência de inversão térmica, responsável pelo maior acúmulo de poluentes no ar.
  • Maior utilização de ambientes fechados, o que é propício para espalhar vírus e bactérias.
  • Aumento da incidência de elementos alergênicos, presentes em objetos como casacos e cobertores, que ficaram guardados durante a maior parte do ano.

 

O que fazer para se prevenir?

Cuidados em casa:

  • Areje bem o ambiente, deixando portas e janelas abertas somente pelo tempo necessário.
  • Limpe bem, e frequentemente, a mobília e as cortinas da casa.
  • Prefira aspiradores de pó com filtro HEPA (do inglês, High Efficiency Particulate Arrestance), tecnologia que retém 99,9% das impurezas do ar.
  • Evite cobrir estofados com tecidos e mantas.
  • Lave os edredons quinzenalmente (substituindo assim cobertores que não podem ser lavados com tanta frequência).

Cuidados pessoais:

  • Agasalhe-se bem e evite andar com pés descalços.
  • Coma bem e prefira alimentos ricos em vitamina C.
  • Não compartilhe objetos de uso pessoal.
  • Lave bem as mãos e evite leva-las aos olhos, nariz e boca após contato com superfície, principalmente em lugares de grande movimentação.

Cuidados específicos para pessoas com asma, rinite e outros problemas respiratórios:

  • Evite que animais de pelo, como cães e gatos, circulem pelos mesmos ambientes que as pessoas com os sintomas.
  • Retire tapetes e carpetes dos ambientes de convivência comum.
  • Retire do quarto objetos que acumulem poeira (livros, brinquedos de pelúcia, caixas etc.).

 

Powered by Rock Convert

Escreva um comentário

Share This