Caroço na boca: veja o que pode ser e quais são as causas!

6 minutos para ler

Você é daquelas pessoas que prestam bastante atenção aos sinais que o corpo dá? Essa é uma postura interessante, de autoconhecimento, que nos ajuda a reconhecer se estamos bem ou se há algo de errado em nosso organismo. Por exemplo, quando falamos de saúde bucal, não é só dos dentes ou da gengiva que tratamos, mas, também, de situações como o surgimento de um caroço na boca.

Claro, um diagnóstico só pode ser feito por um profissional; então, se notar a aparição desse sinal, significa que é hora de procurar um especialista. Ele vai poder examinar e entender se é mesmo um problema médico ou se podemos ficar tranquilos em relação a esse caso.

Apareceu um caroço na boca e você quer saber o que ele pode indicar? Continue a leitura e descubra o que é e que profissional pode ajudar você!

O que pode ser um caroço na boca?

Existem situações em que o caroço na boca não deve ser considerado motivo para preocupação. Mas isso não significa que você não deva dar atenção a ele. Por exemplo, se sentir dor, se ele aumentar de tamanho ou se sangrar, o melhor é procurar um especialista.

Você pode iniciar pelo dentista ou por um clínico geral. Ambos serão capazes de avaliar inicialmente do que se trata e, se for o caso, encaminhar você para outro especialista.

Para entender melhor as razões para dar atenção a esse sintoma — ou, se não for nada grave, simplesmente deixar que ele se cure —, listamos as principais causas do surgimento do caroço na boca. Confira!

Câncer de boca

Das situações que vamos mostrar aqui, o câncer de boca é a que mais merece seu cuidado. Entre as suas características, além do caroço na boca, estão:

  • dor de garganta;
  • manchas vermelhas na boca;
  • feridas que não cicatrizam;
  • dificuldade de fala ou na mastigação;
  • perda de peso súbita;
  • mau hálito.

O aparecimento desse tipo de câncer pode estar relacionado ao tabagismo e ao consumo excessivo de bebidas alcoólicas. Também está mais ligado a homens com 45 anos ou mais. Os hábitos de higiene são um importante fator de prevenção. Se você tiver alguns dos sintomas acima, é bom procurar um especialista o quanto antes para confirmar o diagnóstico e iniciar o tratamento.

Torus palatino

Em algumas pessoas, pode ocorrer o aumento do osso no palato, ou seja, no céu da boca. Isso ocorre de forma irregular, dando um formato de caroço na boca, que pode crescer ao longo da vida. Se for esse o caso, o dentista mesmo poderá avaliar a situação e mostrar a você que não se trata de nada grave. Ele só será removido se realmente atrapalhar a sua mastigação.

Aftas

As aftas são bem comuns — muito provavelmente, você já conhece essa condição, certo? Geralmente, são caracterizadas por desconforto e dor e, dependendo de onde estão localizadas, você pode até não conseguir comer ou falar direito.

Powered by Rock Convert

Como identificá-las? Pelo tamanho e cor: normalmente, não são muito grandes e têm coloração esbranquiçada. As aftas têm um ciclo, ou seja, tendem a sumir sozinhas, da mesma forma que apareceram. São resultado de falta de vitaminas, estresse e alteração do pH bucal, na maioria dos casos.

Mucocele

Essa alteração benigna não é muito conhecida pelas pessoas. Ela ocorre quando as glândulas que produzem a saliva sofrem uma obstrução. Também pode aparecer resultante de uma pancada. Não é necessário se preocupar com a mucocele e nem tratá-la (lembrando sempre que o ideal é confirmar o diagnóstico, certo?).

Pênfigo vulgar

Essa é uma doença autoimune pouco falada por aí. O pênfigo leva ao surgimento de bolhas na boca. Elas doem e deixam manchas escuras, que demoram bastante a desaparecer. Outras partes do corpo também podem ser afetadas por essas bolhas, que podem se romper e causar úlceras.

O que você deve fazer se encontrar esse sinal?

Sempre que estiver em dúvida sobre qualquer sinal diferente que seu corpo mostrar, o ideal é procurar um profissional da área de saúde. No caso da suspeita de câncer de boca, por exemplo, seu dentista poderá fazer a primeira avaliação para o diagnóstico. A remoção do tumor, seguida de sessões de quimioterapia, é o procedimento padrão.

Já o caroço que surge no céu da boca, que chamamos de torus palatino, não exige muita preocupação, mas vale a pena procurar o especialista para fazer os exames e confirmar se é esse mesmo o problema e se há indicação para retirada do osso saliente. O mesmo vale para a mucocele.

Se o problema for afta, e ela não desaparecer sozinha em alguns dias, procure o seu dentista para uma avaliação mais precisa. Ele pode recomendar bochechos com alguma solução, para aliviar o desconforto. Evite bebidas e alimentos ácidos, para que não se machuque ainda mais.

Por fim, tão importante quanto o diagnóstico de câncer de boca é o de pênfigo vulgar, pois a doença é grave e precisa ser tratada o quanto antes. Se tiver sintomas dessa condição, procure um clínico geral, para que ele possa confirmar o diagnóstico e encaminhar você a um especialista. O tratamento passa pelo uso de antibióticos, corticoides e imunossupressores.

Por que é importante buscar ajuda profissional para resolver esse problema?

A cada sinal que o corpo dá de que algo está diferente do que conhecemos como normal, é sempre importante procurar um especialista, a fim de descartar qualquer hipótese de um problema sério.

No caso do caroço na boca, um profissional deve ser consultado se ele não sumir sozinho depois de alguns dias, se houver um aumento na quantidade de saliências, dor ou sangramento ou se ele ficar maior.

Somente o médico ou o dentista poderão avaliar criteriosamente a situação e determinar a necessidade de um tratamento. Portanto, ao perceber que surgiu um caroço na boca, caso não seja uma afta, não deixe de agendar uma consulta, ok?

Os assuntos relacionados à sua saúde e à de sua família interessam a você? Então, fica nosso convite para curtir nossa página no Facebook! Nela, você será sempre atualizado das nossas publicações mais recentes sobre o assunto.

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário