Conheça os tipos e sintomas do câncer de boca

6 minutos para ler

A palavra “câncer” costuma ser uma das mais temidas por nós, não é mesmo? E não é para menos: essa é uma doença bastante comum e que é responsável por muitos óbitos anualmente em todo o mundo. A prevenção e o diagnóstico precoce são importantes armas contra esse mal.

Um dos tipos de tumor mais comuns é o câncer de boca. Como essa é uma enfermidade silenciosa, o papel do dentista no seu diagnóstico precoce — e na consequente implementação rápida de um tratamento eficaz — é inestimável. Isso é algo especialmente relevante quando falamos sobre o 12º tipo de câncer mais comum no Brasil.

Como sempre, a informação é a nossa principal arma quando se trata de saúde. Por isso, preparamos um post completinho sobre o câncer de boca: o que é, quais são as suas causas e tipos, os sintomas mais comuns, como é feito o tratamento e muito mais. Boa leitura!

O que é o câncer de boca?

O câncer de boca é um dos principais vilões da saúde bucal. Assim como os outros tipos de manifestações malignas que afetam o organismo, ele acontece quando há uma mutação em células da boca. Essas células, a partir daí, começam a sofrer divisões (mitoses) desenfreadas, o que faz com que apareçam lesões, tumores, manchas etc.

Um dos perigos do câncer é a possibilidade de migração dessas células para outras partes do corpo, o que é chamado de metástase. Assim, a multiplicação celular passa a afetar, também, órgãos distantes do ponto de origem.

Quais são as suas principais causas?

O câncer bucal pode acontecer como consequência de uma série de questões. Algumas delas, inclusive, nem podem ser definidas ao analisarmos o quadro de um paciente.

No entanto, alguns dos fatores de risco mais comuns são:

  • uso de cigarro;
  • consumo de bebidas alcoólicas;
  • exposição frequente ao sol;
  • contaminação pelo vírus HPV (papilomavírus humano).

Que sintomas são característicos dessa doença?

Os sintomas do câncer de boca podem incluir:

  • feridas e machucados na boca (tanto nos lábios, quanto internamente). Boa parte delas não cicatriza mesmo após várias semanas, apresenta sangramentos e pode aumentar de tamanho com o passar do tempo;
  • manchas (que podem estar presentes em qualquer ponto da cavidade oral);
  • dificuldade para engolir;
  • problemas na mastigação;
  • dificuldade para mover a língua;
  • problemas para falar;
  • voz rouca (que também não passa);
  • sensação de dormência e formigamento na face;
  • presença de nódulos palpáveis na boca ou no pescoço.

Quais são os principais tipos da doença?

Agora, veremos quais são os principais tipos de câncer de boca e suas características. Confira!

Carcinoma das glândulas salivares

Esse é um tipo de câncer que pode trazer sintomas como dores de ouvido, inchaço em um dos lados do pescoço e dificuldade para abrir a boca.

Carcinoma verrucoso

Um dos tipos mais incomuns de câncer de boca, costuma ser menos agressivo e fica localizado nas mucosas, sem se espalhar.

Carcinoma de células escamosas

Tipo mais comum de câncer de boca. Quando diagnosticado em seu começo, tem altas chances de resolução, já que as células ficam localizadas em apenas um ponto da boca.

Powered by Rock Convert

Como é feito o diagnóstico?

O diagnóstico do câncer de boca começa logo na consulta com um dentista. Ele analisará toda a sua cavidade bucal em busca de alterações. Caso elas sejam encontradas, o material será coletado e enviado para análise (biópsia).

Outros exames, como radiografias e tomografias, também podem ser utilizados para investigar o problema mais a fundo. Além disso, testes complementares serão fundamentais para definir o estado de saúde do paciente e ajudar na escolha do melhor tratamento possível.

Que tratamento é implementado após o diagnóstico?

O tratamento que vem a seguir dependerá de uma série de fatores: tipo do câncer, localização, saúde do paciente, prognóstico e muito mais. 

No entanto, na maior parte das vezes, é feita uma cirurgia para remover o tumor ou lesão e evitar que o câncer continue se desenvolvendo. Esses procedimentos são feitos por um cirurgião especializado em problemas que acometem a boca e a face. 

Em seguida, o paciente pode passar por um processo de quimioterapia ou radioterapia. Aqui, o objetivo é matar as células que podem ter permanecido no organismo após a cirurgia (ou caso ela não tenha sido feita).

O que você pode fazer para prevenir o câncer de boca?

Para fechar a nossa conversa, discutiremos algumas maneiras de evitar essa doença. Vamos lá!

Adote um estilo de vida saudável

A primeira dica que podemos dar é: tenha um dia a dia mais saudável. Cuide de sua alimentação, algo que é um fator de risco importantíssimo, tenha boas noites de sono e sempre se hidrate bastante.

Pare de fumar

O cigarro é um dos principais vilões quando falamos sobre o câncer bucal. Cerca de 90% dos pacientes acometidos por esse problema têm um histórico como fumantes. Por isso, busque acompanhamento médico e demonstre o seu interesse em largar esse hábito tão nocivo.

Realize o autoexame bucal

O autoexame bucal consiste em, uma vez ao mês, você parar em frente a um espelho e examinar a sua boca. Isso pode ser feito durante a hora de escovar os dentes, por exemplo.

Conheça o seu próprio corpo

Estar atento aos sinais que seu corpo emite é outra dica que, infelizmente, passa despercebida por muitas pessoas. Rouquidão que não cessa, incômodos na garganta, presença de estruturas na boca que antes não estavam ali… tudo isso merece uma atenção extra vinda de você!

Faça visitas regulares ao dentista

Por fim, não deixe de considerar a importância da consulta com um dentista. Esse profissional será fundamental na hora de diagnosticar vários problemas, incluindo o câncer de boca. Por isso, invista em um bom plano odontológico!

Como pudemos ver, o câncer de boca é um problema que pode ser silencioso até estar em um grau mais avançado. Por isso, a prevenção e os check-ups frequentes são indispensáveis para garantir que o diagnóstico será precoce — e o tratamento, portanto, muito mais eficiente.

Para que mais pessoas conheçam essa doença, os seus riscos e maneiras de prevenção, compartilhe este artigo em suas redes sociais! Esse simples ato pode salvar vidas.

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário