Bichectomia: o que é, como é feita e para quem é indicada

4 minutos para ler

As bochechas proeminentes são uma marca registrada das crianças, as quais tendem a diminuir com o passar dos anos. No entanto, muitos adultos não perdem esse volume na face e, apesar disso proporcionar uma aparência mais jovial, é comum que gere incômodo estético e até feridas na boca durante a fala e mastigação.

Atualmente, quem não gosta dessa característica já pode recorrer à bichectomia, um procedimento que visa o afinamento do rosto. Quer saber tudo sobre essa cirurgia? Então, continue a leitura deste post e tire suas dúvidas!

O que é bichectomia?

A bichectomia é um procedimento cirúrgico estético-funcional, cujo principal objetivo é reduzir o tamanho das bochechas. Para isso, retira-se as bolas de Bichat, que são um tecido gorduroso, localizado abaixo das maçãs do rosto.

Durante a infância, essa gordura auxilia o bebê na sucção, durante a amamentação. Entretanto, na vida adulta, além de não ser mais necessária, ela não será utilizada como fonte de energia e não reduzirá com a prática de atividade física e o emagrecimento. Desse modo, pode ser retirada quando há indicação médica.

Em quais casos a bichectomia é indicada?

A maioria das pessoas acredita que a bichectomia tem apenas finalidade estética. Contudo, sua principal indicação é funcional, em casos nos quais o indivíduo morde involuntariamente a parte interna das bochechas, provocando aftas constantes, machucados e sangramento.

Quando compromete a harmonia da face, ela também pode ser realizada, desde que com muita cautela, de modo que em longo prazo a pele não se torne flácida e envelheça precocemente.

Não há faixa etária ideal para operar, porém, é recomendado que o procedimento seja feito a partir dos 18 anos, quando o rosto já cresceu por completo.

Qual profissional é apto para fazer bichectomia?

Tanto o cirurgião-dentista quanto o cirurgião plástico podem realizar a bichectomia. Entre os diferentes tipos de dentista, o cirurgião bucomaxilofacial é o mais indicado para fazer esse procedimento cirúrgico. Vale ressaltar que, quando feita por um profissional da Odontologia, a cirurgia ocorre em consultório, com anestesia local.

Independentemente da especialidade do cirurgião, o ideal é pesquisar muito bem a qualificação do dentista ou médico, visto que a cirurgia envolve riscos, apesar de ser simples.

Powered by Rock Convert

Entre as principais intercorrências estão:

  • assimetria facial;
  • lesão nas glândulas salivares;
  • infecção;
  • lesão nos nervos.

Como o procedimento é feito?

A remoção total ou parcial das bolas de Bichat é feita com um pequeno corte interno, em ambos os lados do rosto. Após o término da cirurgia, que dura entre 30 minutos e uma hora, sutura-se os locais da incisão.

Os pontos são retirados após cerca de sete dias. Entretanto, se são absorvíveis, a remoção não é necessária. A principal vantagem do acesso a esse tecido adiposo ser pela parte de dentro da boca é que a cicatrização acontece de maneira mais rápida e não ficam marcas aparentes.

Quais são os resultados esperados?

A bichectomia proporciona um rosto harmônico e fino. Em algumas semanas, já é possível notar diferenças. Ao longo dos dias, as mudanças tendem a ficar mais evidente e, ao final de três meses, a face estará completamente desinchada.

Vele ressaltar que o resultado não pode ser revertido. Portanto, deve-se analisar bem se a cirurgia é uma boa opção para os seus objetivos, junto ao acompanhamento médico.

Quais são as vantagens da bichectomia?

Grande parte das cirurgias plásticas têm um pós-operatório complicado e são invasivas. A bichectomia se destaca pela sua rápida recuperação. Além disso, seu custo não é tão elevado quanto de outros procedimentos e os resultados agradam bastante. Há melhorias tanto em questão de estética quanto na qualidade de vida.

Há contraindicações para fazer esse procedimento?

A bichectomia não é indicada para:

  • pessoas que já têm o rosto magro;
  • menores de idade;
  • pacientes com doenças renal e/ou hepática;
  • indivíduos cardiopatas;
  • mulheres grávidas;
  • quem está passando por radioterapia e quimioterapia.

Perceba que a bichectomia, quando feita por indicação médica, gera resultados bastante satisfatórios e favorece a autoestima e o bem-estar. Se você pensa em realizar essa cirurgia, procure um profissional capacitado para fazê-la com segurança.

Gostou deste post? Que tal complementar a leitura? Aproveite a visita ao nosso blog e aprenda também sobreretração gengival, suas causas e como tratar!

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário