Promover a motivação no trabalho é um fator indispensável para o sucesso de qualquer negócio. Afinal de contas, estar motivado deixa os funcionários mais produtivos, eficientes e satisfeitos.

Felizmente, essa é uma realidade cada vez mais reconhecida pelas empresas. Como consequência, os empregadores estão buscando diferentes maneiras e ferramentas para promover o bem-estar de seus colaboradores — por meio de um ambiente de trabalho confortável, agradável e que tenha todas as ferramentas para que o profissional possa executar suas tarefas.

Além disso, a motivação também pode vir por meio da concessão de benefícios para a equipe. Os relacionados à saúde, como os planos de saúde, estão entre as melhores opções. Quer entender melhor o assunto? Continue com a leitura!

qualidade de vida no trabalhoPowered by Rock Convert

O que é motivação no trabalho e por que ela é importante?

A maioria das pessoas trabalha todos os dias exercendo funções diversas, o que requer disposição para que cumpram suas tarefas. Mais do que energia física, elas precisam estar motivadas para desempenharem suas atividades da melhor forma possível — que é exatamente o que a empresa contratante espera delas.

Nesse sentido, podemos falar de motivação sob dois aspectos: intrínseco e extrínseco. O primeiro tem a ver com a força interior de cada colaborador, que vem dos seus interesses e objetivos pessoais. Já o segundo está relacionado com os fatores externos que influenciam a motivação dos funcionários. Essa é a parte sobre a qual as empresas têm algum poder de ação. Nesse ponto, devem se preocupar em proporcionar um ambiente que seja favorável para estimular a produtividade de todos.

Então, o papel dos gestores é identificar maneiras de motivar a equipe e traçar estratégias para melhorar os resultados. Afinal, as melhorias do clima organizacional impactam diretamente a satisfação das pessoas.

Quais as vantagens de oferecer benefícios relacionados à saúde?

A saúde do funcionário interfere na forma como ele executa o serviço, já que, quanto mais satisfeito fica, mais ele se empenha no trabalho. Isso acaba se refletindo nos resultados da empresa, que consegue um retorno do investimento em longo prazo.

Ainda que existam outros caminhos de promover a motivação, possivelmente a saúde é o mais importante deles. Afinal, por mais que a educação e o entretenimento tenham seu valor, estar saudável é um critério fundamental para trabalhar e ser produtivo. Confira a seguir algumas das vantagens envolvidas com esse tipo de benefício.

Sentimento de valorização

Quando uma empresa busca instruir seus funcionários sobre saúde e bem-estar, eles sentem-se motivados e valorizados porque percebem que a instituição está preocupada com sua qualidade de vida. Isto é, não importa apenas que ele “bata o cartão” todos os dias, mas que faça isso se sentindo bem. Essa é uma razão pela qual vale muito a pena ofertar benefícios que contribuam para a manutenção de uma vida saudável.

Aumento de lucros e redução de custos

Uma pessoa que não está bem consigo mesma ou satisfeita no seu emprego dificilmente vai conseguir passar uma imagem diferente disso. Isso quer dizer que a motivação no trabalho se reflete no ambiente corporativo, no relacionamento uns com os outros e no atendimento ao cliente. Como consequência, pode haver aumento nas vendas, diminuição de acidentes no trabalho e redução de desperdícios.

Diminuição do absenteísmo

A redução de faltas também costuma ocorrer de forma natural, visto que desmotivação, doenças, afastamentos e conflitos interpessoais tornam-se mais raros de ocorrer. Existe a sensação de responsabilidade e de prazer no compromisso de ir para o trabalho, mesmo quando o cansaço aparece.Para complementar, a motivação no trabalho também torna os profissionais mais engajados e esforçados para se especializarem e se desenvolverem profissionalmente.

Retenção de talentos

A falta de retenção de talentos é um problema para diversas empresas. Isso porque o processo de atrair, selecionar e contratar funcionários demanda recursos — principalmente tempo e dinheiro —, sem contar que existem as fases de treinamento e capacitação. Logo, ter que fazer isso continuamente não é um bom sinal.

A ideia de reter os talentos e ter um time estável é muito mais vantajosa, inclusive para diminuir os riscos de formar um bom profissional e perdê-lo para outra empresa, o que pode acontecer mesmo se o salário oferecido pela concorrente for o mesmo que você paga. Muitas vezes, o diferencial está nos benefícios, como um ambiente de trabalho em que a qualidade de vida e a saúde dos funcionários são valorizadas.

Que tipos de benefícios podem ser oferecidos?

Se sua dúvida é como colocar esse plano em prática e que tipos de benefícios oferecer, aproveite para descobrir agora. Separamos uma lista de sugestões que estão relacionadas à saúde dos colaboradores. Veja!

Fomento a uma alimentação saudável

Trabalhadores passam, em média, oito horas por dia no trabalho. Durante esse período, muitos deles não conseguem almoçar em casa e optam por comer fora por causa da distância.

Powered by Rock Convert

O grande problema está no tipo de alimentação escolhido, pois fast foods, alimentos pesados e excessos de carboidratos (como muitos pães e massas) podem provocar sono, aumentar a ansiedade, prejudicar o foco e ainda aumentar a chance de se desenvolver certas doenças.

Um estudo feito pela Universidade de Brigham, nos Estados Unidos, mostrou que pessoas que têm maus hábitos alimentares e não comem frutas e vegetais regularmente podem ter uma queda de desempenho de aproximadamente 93%.

Uma forma de evitar essa redução de produtividade, aumentar a motivação no trabalho e incentivar uma alimentação balanceada é fazer convênios com restaurantes próximos ao local de trabalho.

Palestras e adesão a campanhas relacionadas à saúde

A conscientização é um dos passos mais importantes, já que não adianta somente entregar as ferramentas disponíveis e sim mostrar a importância de utilizá-las. Diante disso, convidar profissionais da área da saúde para dar palestras sobre higiene bucal, obesidade, hipertensão, diabetes, prática de exercícios físicos e dicas para uma dieta mais equilibrada é uma forma eficiente de conscientização.

Para mostrar que a empresa realmente é engajada e dar um bom exemplo, outra ideia é aderir a campanhas como Setembro Amarelo (prevenção ao suicídio), Outubro Rosa (prevenção do câncer de mama), Novembro Azul (prevenção do câncer de próstata), Dezembro Vermelho (combate ao vírus HIV e à AIDS), entre outras. Essas campanhas ainda podem beneficiar a imagem da empresa junto a seus clientes e parceiros.

Incentivos para realizar atividades físicas e culturais

O perfil do trabalhador não é mais o mesmo, e muitos querem ter uma vida mais saudável e prazerosa. Entretanto, a falta de tempo ou de dinheiro costumam ser os motivos mais apontados como empecilhos para a realização de atividades físicas e experiências culturais.

Buscando reverter essa situação, muitas empresas passaram a oferecer planos com academias e descontos em estabelecimentos que promovem o bem-estar. Há também a distribuição de ingressos de cinemas, shows e teatros mensalmente ou o vale-cultura — um cartão pré-pago que pode ser utilizado para assistir a apresentações culturais ou comprar livros.

Por que optar por planos de saúde e odontológicos?

Oferecer o plano de saúde não é uma prática recente, mas seus benefícios permanecem sendo vantajosos. Contratá-lo pode ser um diferencial estratégico. Empresas que oferecem benefícios como esse costumam atrair mais profissionais e manter a motivação no trabalho.

O mesmo vale para planos odontológicos, que, por muito tempo, foram negligenciados e tratados como opcionais. No entanto, já se sabe que problemas bucais podem causar inúmeras doenças.

De acordo com uma pesquisa da Catho, 74,6% dos brasileiros entendem o plano médico como um item de motivação no trabalho. Quando se trata do convênio odontológico, 40,4% deles acreditam ser um dos benefícios mais importantes.Portanto, a oferta desses planos aumenta a percepção de que ter essa vantagem no seu emprego é um fator atrativo.

Os planos de saúde e odontológico fazem com que ambas as partes economizem. Por um lado, o colaborador reduz gastos relacionados a essas áreas, visto que a contratação de um plano por conta própria poderia sair bem mais caro,

A empresa, por sua vez, pode ofertar o benefício em vez de ajustar os salários — que, em função da carga tributária brasileira, costumam custar mais.

Vale dizer ainda que toda empresa está sujeita a acidentes de trabalho e precisa arcar com as despesas do socorro. Aquelas que oferecem plano de saúde recebem assistência direta nesses casos. Já as que não oferecem precisam arcar com os custos de modo particular, e as quantias dispensadas costumam ser bem maiores.

Os planos médicos e odontológicos empresariais são coletivos e o colaborador pode ou não optar por participar. O custo varia de acordo com a quantidade de colaboradores e a rede de serviços escolhida. No entanto, é importante lembrar que ele é um investimento e que terá retorno a longo prazo — o que inclui o aumento da motivação no trabalho e todas as vantagens aqui já citadas.

E então, o que gostou do conteúdo? Aproveite para acessar o Manual de saúde bucal nas empresas: um panorama completo sobre o assunto! Neste material, você poderá conferir, gratuitamente, a importância dos cuidados promovidos pela empresa, a relação da saúde bucal com a produtividade dos colaboradores e dicas de ações para conscientização da equipe. Não perca!

Powered by Rock Convert

Escreva um comentário

Share This