Os aparelhos ortopédicos são uma verdadeira revolução na área da odontologia e da saúde em geral. Com o seu uso, é possível tratar e reverter uma série de problemas e até mesmo prevenir o surgimento de ocorrências ligadas direta ou indiretamente à saúde bucal. No entanto, uma dúvida que sempre surge é: qual é o momento certo para colocar aparelho em crianças?

O uso dos aparelhos é normalmente recomendado durante a infância, ainda que pessoas de praticamente todas as faixas etárias possam utilizá-los. Isso está relacionado com a facilidade de ‘’moldar’’ os dentes dos pequenos, evitando problemas mais à frente na vida daquele indivíduo.

Mas, afinal, qual é o melhor momento para fazer a colocação dos aparelhos infantis? A seguir, conversaremos mais detalhadamente sobre esses cuidados, especialmente durante a troca de dentição das crianças. Vamos lá? Boa leitura!

Por que os aparelhos são mais recomendados durante a infância?

Você provavelmente já percebeu que muitos dentistas recomendam a colocação de aparelhos ortopédicos dentais em crianças, não é mesmo? Há, inclusive, uma boa informação do senso comum de que esse seria o período mais adequado para fazê-lo. Porém, essa informação procede na prática?

A resposta, em poucas palavras, é sim. Durante a fase da infância (ou até mesmo da adolescência), os dentes e a ossatura da criança ainda não estão completamente ‘’firmes’’, o que facilita a mobilidade das estruturas para o modo como elas deveriam estar.

Além disso, outra razão crucial para a utilização desse tratamento na infância é a possibilidade de caprichar na prevenção de problemas futuros, reservando o espaço necessário para que os dentes permanentes eclodam e não fiquem uns sobre os outros. A longo prazo, isso pode evitar uma série de problemas de saúde, os quais vão desde dores de cabeça frequentes à problemas com a mastigação.

Por fim, outra razão fundamental para iniciar o tratamento ortopédico o quanto antes é o fato de que, em muitos casos, as crianças mais velhas e adolescentes têm uma certa resistência com o uso desse produto. Por isso, evitar colocá-lo mais tarde pode preservar a autoestima da criança, evitando situações desagradáveis.

Quando colocar o aparelho em crianças?

Agora que já compreendemos os motivos pelos quais investir em um aparelho ortopédico logo cedo é uma boa opção, chegou o momento de responder a uma das dúvidas mais comuns de todos os pais: quando colocar o aparelho em crianças? Qual seria o melhor momento para tomar essa atitude?

Powered by Rock Convert

A resposta não é assim tão simples. Uma série de fatores pode contribuir para que esse dado seja alterado e apenas um dentista qualificado pode determinar qual será o momento mais adequado para dar início ao tratamento de um indivíduo em particular. No entanto, é possível citar um panorama geral.

Alguns tipos de aparelho podem ser utilizados por crianças bem pequenas e que ainda tenham dentes de leite. Esse tipo de tratamento tem como objetivo ajustar o espaço disponível para que os dentes fixos se posicionem, evitando procedimentos mais extensos no futuro.

No entanto, nada impede que uma criança de cerca de 12 anos, que já tem todos os dentes permanentes, utilize um aparelho.

Como escolher o melhor tipo de aparelho?

Há vários tipos de aparelhos disponíveis. No entanto, os mais populares (e comumente utilizados) são os fixos e móveis. Cada um deles tem indicações próprias e apenas o dentista responsável pelo tratamento da criança poderá determinar qual deles será utilizado naquele paciente.

Quais são os cuidados necessários com esse produto?

Para fechar a nossa conversa de hoje, preparamos uma lista com alguns dos cuidados mais importantes que alguém deve ter com um aparelho. Lembre-se: essa ferramenta é feita para ser duradoura, no entanto, para garantir essa durabilidade, é necessário fazer uma boa manutenção diária.

Como estamos falando de crianças, a participação dos responsáveis é fundamental no período de manutenção. Eles devem, além de instruir o pequeno sobre os cuidados necessários, supervisionar o uso e auxiliá-los sempre que for preciso. A seguir, veremos alguns dos métodos que devem ser utilizados para cuidar do aparelho:

  • escovar os dentes com cuidado e delicadeza;
  • utilizar as ferramentas recomendadas pelo dentista;
  • higienizar o aparelho com frequência;
  • evitar morder objetos rígidos;
  • evitar roer unhas;
  • comparecer às consultas de manutenção.

Com esses cuidados, é muito mais fácil garantir a durabilidade dos aparelhos ortopédicos. Dentre eles, não faltar às consultas agendadas para a manutenção é um dos pontos mais importantes. Por isso, não deixe de comparecer a elas sempre que isso for recomendado.

Como podemos ver, colocar aparelho em crianças é algo extremamente vantajoso para a vida dos pequenos por deixá-los menos propensos a problemas no futuro. Para isso, contar com um plano de saúde odontológico que cubra a área de ortodontia e conte com profissionais altamente qualificados é sempre a melhor alternativa para cuidar da saúde de nossos filhos.

Se quiser saber mais sobre o assunto, conferir planos como o Goldental, que oferece cobertura para a colocação de aparelhos ortodônticos, e tirar suas principais dúvidas, acesse o site da Golden Cross!

Powered by Rock Convert

Escreva um comentário

Share This