Quais os prejuízos de oferecer açúcar para crianças?

6 minutos para ler

É muito difícil encontrar uma criança que não goste de doces, não é mesmo? Por isso, apelidos como “formiguinha” e até “sweet teeth”, em inglês — “dentes doces”, em tradução literal —, são muito comuns para designar os pequenos. No entanto, oferecer açúcar para crianças pode ser um grande perigo.

Além dos problemas mais comumente associados a esse tipo de alimentação — como a diabetes e a obesidade, que vem crescendo de forma acelerada e preocupante no Brasil—, a saúde bucal também é uma grande afetada pelo consumo desenfreado de açúcar. Quando esses hábitos são associados a uma higiene inadequada, as consequências podem ser graves.

Gostaria de saber quais são esses riscos e, principalmente, como preveni-los? Então, este artigo foi feito especialmente para você! A seguir, confira informações importantes e dicas fundamentais para lidar com essa questão. Boa leitura!

O que é, afinal, o açúcar?

Por definição, os açúcares são sinônimos para carboidratos, um tipo de molécula fundamental para a nossa vida, utilizada como fonte de energia primária nos mamíferos. No entanto, quando falamos sobre o ingrediente que está em nossa cozinha, a conversa é bem diferente.

O açúcar ao qual estamos acostumados é um alimento extraído de alguns vegetais, como a cana-de-açúcar (mais comumente) e a beterraba. Há vários tipos de açúcar: mascavo (mais puro), demerara (intermediário) e refinado (mais quimicamente tratado, industrializado e quase sem qualquer nutriente restante) são alguns exemplos.

Qual é a sua consequência para a saúde do organismo?

Consumir carboidratos é essencial para a nossa sobrevivência. No entanto, é sempre interessante escolhermos boas alternativas. O açúcar, especialmente o refinado, não é uma.

Por estar livre de praticamente todas as suas propriedades nutricionais devido ao excessivo processo industrial, o açúcar refinado é uma verdadeira bomba para o nosso organismo, podendo ser responsável por:

  • iniciar processos inflamatórios variados;
  • fazer com que a pessoa desenvolva deficiências nutricionais;
  • desenvolvimento de diabetes;
  • obesidade;
  • redução da imunidade.

Entre muitos outros problemas. Isso, é claro, não quer dizer que não devamos consumi-lo sob nenhuma hipótese, mas reduzir a ingestão e substituí-lo por alternativas sempre que possível.

Como oferecer açúcar para crianças afeta a saúde bucal?

Além de todos os problemas mencionados acima, o consumo excessivo de açúcar — especialmente quando aliado a problemas na higienização da boca — pode trazer algumas graves consequências para a saúde bucal da criançada.

O processo para que isso aconteça é o seguinte: assim como nós, as bactérias nocivas que habitam a nossa boca — mas que estão ali em pouca quantidade e bem quietinhas — também adoram o doce. Por isso, comer muito açúcar é o equivalente a alimentar essas colônias, que passam a se proliferar de modo exagerado.

O açúcar, por si só, não é um grande problema para os dentes quando a higiene bucal é feita da forma correta. No entanto, a escovação deve ser feita até 20 minutos após as refeições, quando o processo de liberação de ácidos, por parte das bactérias, começa a acontecer. Esse ácido é responsável pela deterioração do esmalte dentário e pela formação da placa bacteriana.

Powered by Rock Convert

Quais são os problemas relacionados à ingestão exagerada de açúcar?

Agora, veremos de modo mais específico quais são as consequências do consumo exagerado de açúcar na infância para os dentes:

  • cáries;
  • mau hálito;
  • perda dentária precoce;
  • gengivite;
  • dor.

Todos esses problemas podem gerar vários impactos na vida das crianças, que vão desde problemas com a autoestima até a redução da qualidade de vida. Alterações na mastigação, por exemplo, também são muito comuns e podem trazer problemas ainda maiores, afetando o rendimento escolar e o desenvolvimento dos pequenos pacientes.

Para evitar esse tipo de “bola de neve” de problemas, é fundamental buscar evitar o seu aparecimento — desde os dentes de leite —, além de priorizar sempre um acompanhamento com um odontopediatra. A seguir, falaremos melhor sobre essa questão!

Como prevenir esses problemas?

Não queremos que nossos pequenos sofram com essas consequências, não é mesmo? Por isso, investir em métodos para evitá-las é essencial. Saiba, a seguir, como garantir uma infância repleta de saúde bucal para a criançada!

Incentive uma boa higiene bucal

O primeiro passo para evitar todos esses problemas é incentivar uma boa higiene bucal em crianças. A ideia é explicar, de forma lúdica, as maneiras de manter os dentes sempre limpinhos e os benefícios desses cuidados.

Escolha uma escova divertida

Outra forma de incentivar esse hábito nas crianças é escolher uma escova de dentes bem divertida. Melhor ainda é deixá-las fazer essa escolha de acordo com o que preferirem, mas mantendo sempre a preocupação de que seja uma escova adequada a sua faixa etária.

Estabeleça uma rotina

Crianças precisam ter uma rotina bem estabelecida para, pouco a pouco, se adaptar a esse conceito. Que tal, então, iniciar pela escovação dos dentes? Aqui, é interessante estimular a prática sempre após as principais refeições e antes de dormir.

Priorize uma alimentação saudável

Outra maneira muito interessante de fazer com que os pequenos tenham uma melhor saúde bucal e, claro, de todo o organismo é investir em uma alimentação mais saudável. Alimentos como frutas, cereais integrais e legumes são muito indicados para isso!

Busque outros métodos adoçantes

Para reduzir o consumo de açúcar, é interessante investir em outras alternativas para adoçar os preparos. Além dos adoçantes convencionais, pode-se utilizar frutas como uvas passas e tâmaras, além do mel e do melado, por exemplo. Vale a pena experimentar novos sabores e alternativas!

Dê o exemplo

Por fim, é extremamente importante que os pais deem o exemplo para os seus filhos. Seguir uma rotina de escovação e se alimentar adequadamente é algo essencial para que as crianças observem e desejem repetir as atitudes daqueles que são como espelhos durante sua infância.

Agora que você já sabe quais são as consequências para a saúde bucal de oferecer açúcar para crianças, não perca mais tempo: comece as mudanças nos hábitos alimentares e de higiene dessa galerinha o quanto antes. Esses cuidados, quando tomados ainda na infância, farão toda a diferença na adolescência e na vida adulta desses indivíduos!

Gostou de conhecer mais sobre os hábitos saudáveis com a saúde bucal? Então, confira nosso post com 10 dicas para ensinar as crianças a escovar os dentes e descubra ainda mais informações para complementar o seu conhecimento sobre esse assunto!

Powered by Rock Convert
Posts relacionados

Deixe um comentário