Ensinar crianças a escovar os dentes é uma tarefa complicada para muitos pais, que exige paciência e até uma certa dose de criatividade. Apesar de árdua, essa é daquelas atividades que não podem ser deixadas de lado, uma vez que os benefícios vão ser colhidos por toda a vida.

Powered by Rock Convert

O importante é não desistir, introduzindo alguns hábitos, desde a infância, para que esse momento não seja considerado uma obrigação chata. Pensando nisso, reunimos alguns truques que vão ajudar a vencer as dificuldades do dia a dia e facilitar a missão!

Quer saber como ultrapassar com sucesso essa etapa e fazer com que a saúde bucal faça parte da vida dos seus filhos? Confira as dicas sobre como escovar os dentes dos pequenos a seguir!

Saiba quando levar a criança ao dentista e conheça algumas dicas

1. Seja o exemplo

Eis uma realidade inquestionável: os pais são as principais referências que as crianças têm. E como elas costumam responder muito melhor a exemplos do que a ordens e palavras, você vai precisar ser o modelo.

Portanto, se quer que elas escovem os dentes após as refeições, faça o mesmo. Se acha importante que elas usem fio dental ou visitem o dentista com frequência, faça com que percebam que você também cumpre essa tarefa.

Usar apenas o discurso de que algo é correto ou errado, talvez não traga resultados tão bons do que demonstrar um exemplo real. Deixe que as crianças façam parte da sua rotina de saúde bucal e queiram seguir o mesmo padrão.

2. Leve a criança ao dentista

É claro que o cotidiano faz toda a diferença para manter os dentes limpos e saudáveis, contudo, a supervisão de um profissional especializado é essencial — ainda que não haja um problema aparente. A profilaxia deve fazer parte da vida de qualquer pessoa.

Nesse caso, a dica é: procure um odontopediatra. Eles geralmente têm o consultório adaptado para receber os pequenos. Além disso, têm vocação e experiência para lidar com a criançada, utilizando uma linguagem próxima a deles para conquistá-los.

Esses fatores costumam ajudar a quebrar a ideia de que ir ao dentista não é algo agradável. Quando a criança desenvolve confiança e um bom relacionamento com o profissional, fica muito mais fácil convencê-la de voltar regularmente para as consultas de prevenção.

3. Adapte o ambiente à criança

Partindo do pressuposto de que essa não é uma missão tão simples, faça tudo o que puder para descomplicá-la. Por exemplo, se você ainda não comprou um banquinho ou adaptou algum objeto de casa para ajudar a criança a alcançar a pia, é bom fazer isso logo.

Ter autonomia é superimportante — tanto para ela quanto para você. Para facilitar ainda mais, siga a recomendação de ter um copo plástico disponível por perto, para que ela consiga bochechar e cuspir sem precisar de alguém para isso.

4. Deixe ela segurar a escova desde pequena

Já que estamos falando de independência, tenha em mente que o ideal é que a criança aprenda a segurar sua escova e fazer a higiene bucal sozinha. Parece óbvio, mas a tendência dos pais é querer escovar os dentes dos filhos, para garantir uma escovação correta, não é mesmo?

Acontece que isso cria uma situação confortável e não permite que ela desenvolva tal capacidade o quanto antes. No início, é importante observar e dar todas as instruções necessárias.

Se for preciso, você pode finalizar a escovação, garantindo que os dentes do seu filho fiquem totalmente limpos. Porém, aos poucos, vale incentivar que essa responsabilidade seja desempenhada sem a sua presença.

5. Faça da hora de escovar os dentes um momento agradável

Tornar a escovação uma coisa prazerosa e familiar é outro segredo que costuma funcionar bem. Chame a criança para escovar os dentes com você sempre que puder, reforçando a importância de compartilhar esse momento.

Aproveite a oportunidade para se aproximar dela, pedir para que escove os seus dentes e vice-versa. Nessa hora, veja se ela está cumprindo todos os passos corretamente e ressalte o que for preciso.

6. Arrume um jeito divertido de cronometrar esse momento

Um problema comum de deixar uma criança escovar os dentes sozinha é correr o risco de ela fazer tudo com pressa, sem finalizar a higienização de uma maneira adequada e eficaz. Afinal de contas, do que adianta limpar sem realmente fazer isso direito?

Até os adultos cometem essa falha quando estão apressados. Sendo assim, uma dica interessante é encontrar um jeito de cronometrar o tempo que cada um gasta para fazer a higiene bucal.

Na infância, vale recorrer à diversão e tentar criar uma espécie de gincana. Coloque um relógio divertido ou mesmo uma música para sinalizar que o momento é de fazer a escovação — o que, segundo os dentistas, deve durar cerca de dois minutos.

Apesar de não ser uma garantia de que todas as áreas ficarão bem limpinhas, pelo menos evita que a criança queira fazer tudo em poucos segundos.

7. Valorize o local adequado

Um hábito é construído quando adquirimos o costume de repetir determinado comportamento. Assim como sentamos à mesa para almoçar ou jantar, precisamos aprender a nos dirigir ao lugar de escovar os dentes após as refeições.

Logo, é bom valorizar que isso seja feito no cômodo adequado — no caso, o banheiro. Deixe todos os acessórios da criança em um espaço acessível e incentive que ela vá até lá para fazer a sua escovação.

Na correria da rotina, muitas vezes, alguns pais permitem que os dentes sejam escovados no quarto ou na sala (quase sempre em frente à televisão). No entanto, é melhor evitar as distrações para que o serviço seja adequado e sem maiores bagunças!

8. Estimule o hábito desde cedo

Apresente a escova de dente às crianças quando os primeiros dentinhos surgirem. Tome cuidado apenas com a escolha da escova, que deve ter cerdas macias e uma cabeça pequena. Você pode verificar, na própria embalagem das escovas, a idade recomendada para o uso.

O que importa é que esse seja um objeto comum para os pequenos, que faça parte das suas vidas, e que eles aprendam gradativamente a utilizá-lo.

9. Converse (não brigue)

Crianças são muito espertas e sempre querem saber de tudo. Por essa razão, entender por que estão escovando os dentes é muito importante para elas, já que precisa fazer sentido cumprir essa obrigação.

Tudo fica mais fácil quando os pequenos compreendem que só a escovação regular pode evitar cáries, mau hálito, gengivite e muitos outros problemas. Para tanto, procure ser calmo e transparente, evitando brigas desnecessárias.

A exigência sem fundamento e baseada no conflito vai deixar essa tarefa desgastante para os dois lados. Vale lembrar também que as crianças não sabem direito como escovar os dentes, precisando de alguém que possa ensiná-las com atenção e carinho.

10. Use recursos digitais

O uso de diferentes mídias na educação é muito eficiente, inclusive bastante usado em escolas. Então, por que não recorrer a elas quando o assunto é ensinar crianças a escovar os dentes?

Existem diversos vídeos na internet, desenvolvidos por empresas de produtos de higiene oral, profissionais da área e instituições de saúde e educação. Outra alternativa é procurar aplicativos voltados para a saúde bucal.

O objetivo é chamar a atenção dos pequenos para a importância do assunto, apresentando diferentes formas de explicar e reforçar esse tipo de conteúdo.

11. Compre produtos infantis

Escovas e cremes dentais coloridos costumam ser excelentes atrativos para que as crianças tomem gosto pelo momento de escovar os dentes. É melhor ainda quando é possível contar com os seus personagens preferidos como companhia.

Esse é um truque fácil de implementar, já que as prateleiras dos supermercados e farmácias estão cheias de opções. Só não se esqueça de adquirir produtos de marcas que você confia para garantir a qualidade.

12. Recorra ao lúdico

A presença do lúdico na infância é essencial para despertar a criatividade e o interesse. Por exemplo, você já pensou em brincar com o seu filho de escovar os dentes de bonecos e brinquedos?

Que tal comprar livros sobre o tema e ler suas histórias? Já experimentou contar histórias divertidas enquanto vocês cuidam da higiene oral? Não tenha dúvidas de que tudo isso ajuda a gerar encantamento e mais disposição para realizar a tarefa.

13. Evite erros comuns

Depois de aprender o que fazer, agora, resta saber o que não fazer. A última dica é uma seleção de erros comuns que devem ser evitados por quem deseja que seus filhos tenham o hábito de cuidar da saúde bucal. Confira:

  • comprar uma escova de tamanho inadequado para crianças;
  • oferecer doces ou qualquer outro tipo de recompensa pelo ato de escovar os dentes;
  • descuidar da substituição das escovas, que devem ser trocadas, em média, a cada três meses;
  • ignorar o uso do fio dental;
  • não carregar o kit de higiene bucal em viagens e passeios;
  • deixar que a criança escove seus dentes como quiser, sem ensinar o modo correto.

Enfim, esses são os aspectos que você deve ficar de olho para não repetir. Lembre-se de que ensinar crianças a escovar os dentes é uma tarefa que exige a sua dedicação, mas que proporciona uma recompensa muito maior — que é a saúde do pequeno!

Se você gostou do post, não deixe de assinar a nossa newsletter para continuar recebendo outras dicas e novidades!

Conheça uma lista de livros cujo tema é higiene bucal.

Saiba mais

Entenda como funcionam os planos odontológicos

Esclareça alguns mitos e cuide melhor dos seus dentes

Blog TePe

Portal Minha Vida

Powered by Rock Convert

Escreva um comentário

Share This